"Apple tem aprendido que mapas são difíceis", afirma Eric Schmidt

Por Redação | 11 de Outubro de 2012 às 11h17

O executivo do Google, Eric Schmidt, afirmou nesta quarta-feira (10) durante uma entrevista para os editores do All Thing D Walt Mossberg e Kara Swisher em Nova York, Estados Unidos, que a Apple está aprendendo à força que fazer mapas não é uma tarefa difícil. As informações são do CNET.

"A Apple deveria ter mantido os nossos mapas. Eles são os melhores mapas", afirmou Schmidt. "Nós investimos centenas de milhões de dólares no trabalho de satélites, aviões, carros, e nós achamos que temos o melhor produto na indústria".

O executivo ainda afirmou durante a entrevista que o Google sabia que a Apple estava preparando um novo serviço de mapas, depois de ver a concorrente adquirindo outras companhias que pudessem ajudá-la na criação do seu próprio produto. Quando perguntado sobre os planos da gigante da Web de criar uma versão do Google Maps para iOS 6, Eric Schmidt afirmou que não irá pré-anunciar nenhum produto e que a Apple também deve aprová-lo antes do seu possível lançamento.

Entrevista Eric Schmidt

Reprodução: CNET

"O Google e a Apple são duas instituições grandes e importantes. Estamos sempre em negociação, o que contribui para um resultado estruturalmente aceitável", ressaltou o executivo.

Schmidt ainda comemorou a ativação diária de mais de 1,3 milhão de dispositivos Android ao redor do mundo, número muito superior às ativações efetuadas pela empresa de Cupertino.

Ainda durante o evento, Schmidt apresentou sua visão sobre os principais atores que estão atuando na colonização do mundo digital, algo que ele chamou de "plataformas de rede com enormes efeitos em escala global". Entre essas plataformas estão o Facebook, a Amazon, o próprio Google e a Apple. Schmidt deixou a Microsoft de fora de sua lista, mas afirmou que esta situação pode mudar com base no lançamento do Windows 8, previsto para o dia 26 de outubro.

E ao final da entrevista, Eric Schmidt foi questionado se ele assumiria o posto de CEO de empresas como Apple, Facebook ou Amazon. Depois de uma resposta evasiva, os entrevistadores solicitaram que ele escolhesse uma das companhias e ele respondeu: "qual delas tem mais dinheiro?".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.