Publicidade

Tubarão-tigre regurgita equidna na frente de cientistas e viraliza

Por| Editado por Luciana Zaramela | 06 de Junho de 2024 às 18h37

Link copiado!

Kris Mikael Krister/Wiki Commons/CC BY 3.0 Deed
Kris Mikael Krister/Wiki Commons/CC BY 3.0 Deed

Na Austrália, um grupo de biólogos realizava o costumeiro trabalho de campo, quando avistaram um tubarão-tigre (Galeocerdo cuvier) literalmente regurgitando uma equidna. É um animal terrestre do gênero Tachyglossus que mais se parece com uma bola de espinhos. Definitivamente, a equipe de preservação da Universidade James Cook (JCU) não esperava ver essa cena inédita na natureza.

O episódio em que um tubarão vomitou uma improvável equidna ocorreu na costa da Ilha Orfeu, localizado na porção norte do estado australiano de Queensland. “Ficamos bastante chocados com o que vimos. Nós realmente não sabíamos o que estava acontecendo”, conta Nicolas Lubitz, biólogo e ex-aluno de doutorado da JCU, em nota.

Após ser regurgitada, os pesquisadores verificaram que a criatura estava morta. No entanto, foi “devolvida” praticamente intacta, com todos os seus espinhos e pernas. Apesar da carcaça espinhenta, o tubarão de 3 m de comprimento não tinha sinais de lesões ou de machucados por ter tentado engolir um animal tão indigesto. 

Continua após a publicidade

Tubarão vomita equidna

Por conta do comportamento altamente improvável de um tubarão vomitar uma equidna, a equipe de biológicos não estava preparada e nem tinha câmeras filmando. Então, foi feito apenas um registro fotográfico do momentos posterior ao acontecimento — a criatura que lembra um ouriço ou um porco-espinho é o vulto escuro:

"Alguém me disse para tirar uma foto, então me esforcei para pegar meu telefone", recorda Lubitz. “Consegui tirar apenas uma foto, mas dá para ver o contorno [escuro] da equidna na água”, acrescenta.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Os pesquisadores ainda não sabem explicar como o animal terrestre foi parar na boca do tubarão. A hipótese mais provável é que o "lanchinho indigesto" estivesse nadando nas águas rasas da ilha e, acidentalmente, foi devorado. Em outras ocasiões, as equidnas já foram observadas nadando, o que dá solidez a essa ideia: 

Apetite voraz

Embora não seja um hábito da espécie comer equidnas, os tubarões-tigre são conhecidos pelo apetite voraz. Eles engolem praticamente qualquer coisa, o que pode incluir aves marinhas, pneus, pedras, placas de veículos e até mesmo uma pequena tela de TV, sem nenhum motivo aparente.

Continua após a publicidade

Por outro lado, Lubitz explica que “é muito raro que vomitem a comida, mas, às vezes, quando ficam estressados, podem vomitar”. Nesse caso específico, “acho que a equidna deve ter causado uma sensação estranha na garganta”, aposta.

Anteriormente, a equipe avistou outro tubarão-tigre vomitando um pedaço de filhote de dugongo (Dugong dugon) — esta é uma espécie próxima dos peixes-bois e vacas-marinhas. "Ele vomitou um grande pedaço de gordura e depois uma coluna vertebral inteira", detalha Lubitz.

Monitoramento da vida marinha

O episódio em que o tubarão engoliu e vomitou uma equidna é de 2022, mas só foi revelado nesta quinta-feira (6) pela equipe da universidade, quando estão próximos de compartilhar análises feitas nos últimos anos em relação à vida marinha da Austrália. Estudos devem ser publicados ainda este ano.

Continua após a publicidade

Entre 2020 e 2023, a equipe de biólogos instalou rastreadores acústicos em aproximadamente 800 animais, o que inclui diferentes espécies de tubarões da região. Assim, podem descobrir insights sobre o modo de vida dessas criaturas pouco conhecidas.

Fonte: JCU