Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Conheça Balkanatolia, o continente que ajudou animais a irem da Ásia à Europa

Por| Editado por Patricia Gnipper | 22 de Fevereiro de 2022 às 12h00

Link copiado!

NASA
NASA

Um pequeno continente que existiu há 40 milhões de anos teria servido de ponte para que os mamíferos asiáticos migrassem para o sul da Europa, segundo estudo liderado pela Universidade de Washington. Apelidado de Balkanatolia, essa porção de terra também possuía uma fauna exótica.

Há 40 milhões de anos, entre o que hoje é a Europa, África e Ásia, ficava o pequeno continente Balkanatolia. Essa porção de terra teria se transformado em uma ponte entre Ásia e Europa quando o nível do mar baixou cerca de 34 milhões de anos atrás.

Continua após a publicidade

O que ainda intriga os cientistas é saber quando e como os primeiros mamíferos asiáticos chegaram ao sudeste da Europa, por isso essa possível ponte entre os continentes fornece algumas pistas de como isso poderia ter acontecido nesse passado remoto.

No final do período Eoceno, há 34 milhões de anos, um grande número de mamíferos nativos da Europa desapareceu enquanto os asiáticos começaram a chegar por ali. O desaparecimento em massa desses mamíferos europeus ficou conhecido como o Grande Coupure.

No entanto, novas evidências apontaram que uma que os mamíferos asiáticos teriam colonizado o sudeste europeu entre 5 a 10 milhões de anos antes de o Grande Coupure acontecer. Os pesquisadores examinaram fósseis em áreas que cobrem as penínsulas balcânica e anatoliana.

O continente esquecido de Balkanatolia

Os pesquisadores estimaram a idade desses locais a partir dos dados geológicos atuais, além de reconstruírem as mudanças paleográficas da região. Segundo eles, Balkanatolia serviu como um trampolim para que os animais migrassem da Ásia para a Europa Ocidental.

Há 50 milhões de anos, Balkanatolia era um arquipélago isolado dos continentes vizinhos, habitado por uma coleção única de animais. Entre 40 a 34 milhões de anos atrás, a queda do nível do mar e mudanças tectônicas ligaram essa porção de terra à Europa.

Os mamíferos asiáticos, como roedores e ungulados (quatro patas com cascos), passaram a se aventurar pela “ponte”. Além disso, a equipe encontrou um fragmento de mandíbula de um animal parecido com um rinoceronte, na Turquia, datado de 38 a 35 milhões de anos.

Continua após a publicidade

Esse fóssil, além de pertencer ao mais antigo ungulado asiático descoberto na Anatólia, sugere que os mamíferos asiáticos estavam a caminho da Europa há pelos menos 1,5 milhão de anos antes de o Grande Coupure dizimar mamíferos europeus.

Os pesquisadores, no entanto, ressaltaram que essa é apenas uma interpretação a partir das informações disponíveis nos registros fósseis e são necessários mais estudos para encaixar todas as peças dessa história remota.

O estudo foi apresentado na revista Earth-Science Reviews.

Fonte: Earth-Science Reviews, Via ScienceAlert