7 jogos pesados que exigem horrores do PC para rodar

Por André Lourenti Magalhães | 07 de Abril de 2020 às 08h45
Crytek

Console e PC gamer dividem a opinião dos jogadores. Cada um possui suas vantagens e desvantagens e não há unanimidade entre a comunidade gamer. Muitas pessoas optam pelo PC gamer pela possibilidade de escolher os melhores componentes do mercado e, assim, poder rodar jogos mais pesados de forma parecida ou até superior a um console.

No entanto, por melhores que sejam as especificações da máquina, existem jogos com gráficos muito detalhados que podem exigir bastante dos computadores. Mesmo com boas placas de vídeo e processadores, esses games precisam de alto desempenho para funcionarem na melhor qualidade. Veja alguns exemplos!

1. Crysis (2007)

Crysis é um dos jogos mais famosos quando o assunto é belos gráficos (Foto: Divulgação/EA)

Quem abre a lista é um clássico quando o assunto são games mais pesados. Talvez pessoas mais novas não conheçam, mas Crysis é uma das séries de jogos que mais exigiu dos computadores em todo o mundo. O lançamento de seu primeiro título, em 2007, surpreendeu pelos belíssimos gráficos.

Seus requisitos recomendados consistiam em 2 GB de memória RAM e placa de vídeo com pelo menos 512 MB de memória dedicada, algo muito avançado para a época. Portanto, o jogo de tiro em primeira pessoa publicado pela EA ficou marcado pelos seus excelentes gráficos e capacidade de consumir os recursos de uma máquina.

Foram lançados ainda outros dois jogos da série, ambos com gráficos impressionantes e que serviram de base para testes de benchmark. Tanto que, entre a comunidade gamer, conseguir rodar Crysis virou meme e um indicador da qualidade de um computador.

2. Grand Theft Auto V (2013)

GTA V exige bons componentes para rodar na melhor qualidade (Foto: Divulgação/Rockstar)

Grand Theft Auto V, da Rockstar Games, é um dos jogos mais populares da história. Com constantes atualizações no seu modo online, o jogo ainda é um grande sucesso, mesmo tantos anos depois de seu lançamento. Os jogadores de PC precisaram esperar até 2015 para que a versão fosse lançada para Windows, e ela chegou exigindo muito poder de fogo das máquinas.

Entre suas especificações recomendadas estão processador Intel Core i5 3470 ou AMD X8 FX-8350, 8 GB de RAM, placa de vídeo NVIDIA GTX 660 ou AMD HD 7870 e 72 GB de espaço em disco. É um jogo que tem dificuldades para rodar em máquinas intermediárias e é muito usado como referência para testes de benchmark.

Além das características originais de GTA, como o mundo aberto e os gráficos detalhados, a versão para PC do game ainda permite a inclusão de mods que deixam os visuais ainda mais realistas. Consequentemente, isso exige ainda mais recursos do computador.

3. Forza Horizon 4 (2018)

Jogo de corrida impressiona pelos visuais (Foto: Divulgação/Microsoft Studios)

Forza Horizon 4 é de um estilo diferente dos outros títulos desta lista. O simulador de corrida impressiona por seus gráficos e, na sua versão de 2018, trouxe como uma das principais novidades as estações climáticas dinâmicas. Ou seja, dirigir em cada uma delas traz experiências diferentes, tanto visualmente falando como em termos de jogabilidade. No modo online, todos os jogadores vivenciam as mesmas mudanças de clima e estações.

A riqueza em detalhes faz com que Forza Horizon 4 consuma bastante recursos dos computadores. Para uma melhor experiência, os desenvolvedores recomendam impressionantes 12 GB de RAM, um número muito alto para um jogo de corrida. O game ainda possui suporte para resolução 4K Ultra HD e pode alcançar mais de 60 quadros por segundo.

Leia também: Análise | Forza Horizon 4 tem melhor experiência para jogadores de todo nível

4. Deus Ex: Mankind Divided (2017)

Deus EX: Mankind Divided tem gráficos que forçam a capacidade de um PC Gamer (Foto: Divulgação/EIDOS)

Deus Ex: Mankind Divided, um dos jogos visualmente mais bonitos desta geração, chama a atenção pelos detalhes minuciosos. A interface gráfica do jogo trabalha até mesmo com a física de movimentação de roupas e cabelos, além de efeitos de fumaça e neblina, tamanha a atenção dada à parte visual.

Porém, para ter acesso a toda essa riqueza em 4K e nas principais configurações, muitos computadores podem sofrer. Em 2017, durante um teste feito pelo Gamespot para descobrir qual era o jogo que mais exigia graficamente de um computador, Mankind Divided rodou com todas as configurações no máximo e atingiu uma média de apenas 10 quadros por segundo. Impressionante, não?

Leia também: Análise | Deus Ex: Mankind Divided é um aprimoramento para a franquia

5. Assassin’s Creed: Odyssey (2018)

Grécia Antiga foi o cenário recriado no jogo (Foto: Divulgação/Ubisoft)

A série Assassin’s Creed sempre exigiu muito de um PC gamer, especialmente pelos gráficos e pela mecânica de mundo aberto. Em Assassin’s Creed: Odyssey, a Ubisoft quis testar o limite dos computadores de todo mundo. Ambientado na Grécia Antiga, o jogo traz paisagens vivas e cheias de cor, além de muitos detalhes na criação dos personagens.

Ainda que suas especificações não sejam muito diferentes de outros títulos da série, o jogo chamou a atenção pelo trabalho que dá para processadores e placas de vídeo. Uma das características de seu mundo aberto é a profundidade. Ou seja: no topo de uma montanha, é possível enxergar todas as paisagens renderizadas no horizonte, o que faz o processador trabalhar bastante.

Leia também: Análise | Assassin's Creed Odyssey é uma aventura épica pela Grécia Antiga

6. The Witcher 3: Wild Hunt (2015)

Gráficos e mundo aberto fazem de Witcher 3 um dos jogos mais pesados para PC (Foto: Divulgação/CDProjektRed)

The Witcher 3: Wild Hunt foi um dos jogos mais marcantes da década de 2010. Foi premiado em diversas ocasiões, inclusive recebendo o prêmio de Jogo do Ano pela Video Game Awards, e consolidou-se como um dos melhores games da história. Tamanha popularidade rendeu, inclusive, uma adaptação em formato de série para a Netflix.

O RPG de ação conta com um motor gráfico criado pela CD Projekt Red para jogos em mundo aberto. Portanto, trata-se de um título muito grande e complexo, permitindo uma imensa variedade de side quests e exploração com novos personagens.

Quem quiser experimentar o RPG na melhor configuração precisa de processador Intel Core i7 3770 ou AMD FX-8350, 8 GB de RAM e GPU Nvidia GeForce GTX 770 ou AMD Radeon R9 290.

7. Final Fantasy XV (2016)

RPG tem visuais incríveis (Foto: Reprodução/Square Enix)

O último game da lista faz parte de uma das franquias mais icônicas dos games. Final Fantasy XV foi lançado em 2016 para consoles e ganhou a versão para computadores em 2018. O RPG conta com um vasto universo em mundo aberto, repleto de detalhes e personagens.

Para quem deseja testar o poder de fogo do PC gamer que tem em casa, o RPG é uma excelente opção. Entre seus requisitos para rodar em 4K, chama muita atenção o espaço em disco necessário: 155 GB. É um número considerado altíssimo, principalmente ao levar em consideração que o jogo possui apenas o modo single player.

Faltou algum jogo que exige bastante do PC para rodar nesta lista? Indique nos comentários!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.