Niantic processa grupo por trapaça em Pokémon GO e novo jogo de Harry Potter

Por Wagner Wakka | 17 de Junho de 2019 às 19h09
Tudo sobre

Niantic

Saiba tudo sobre Niantic

Ver mais

A Niantic, desenvolvedora de Pokémon GO, está processando trapaceadores dentro de sua plataforma. A empresa moveu uma ação contra a Global++ acusando o grupo de hackear tanto Pokémon GO quanto Ingress e Harry Potter: Wizards Unite.

O problema não são trapaças propriamente ditas dentro dos títulos, popularmente chamadas de cheat. O Global++ oferece apps que facilitam o uso de ferramentas não permitidas dentro dos games. Segundo a Niantic, não apenas há quebra de propriedade intelectual, como também “diminui a integridade da experiência dos jogadores”.

A empresa processa o grupo como um todo, mas aponta Ryan Hunt como líder e Alen Hundur como parceiro. Ele ainda é promoter do serviço no YouTube. O grupo conta atualmente com cerca de 20 pessoas com atuação anônima.

Após a ameaça com o processo, o Global++ derrubou seu site e informou por bot no Discord que não atuaria mas no game.

“Olá a todos. É com muita tristeza que estamos derrubando indefinidamente em acordo com nossas obrigações legais. Foi um caminho divertido até aqui com toda a comunidade e temos memórias incríveis. Vamos levar no coração todos vocês que estiveram dispostos a disponibilizar Pokémon para aqueles que, por inúmeras razões, não puderam jogar o game", disse na plataforma.

Resposta da plataforma pelos usuários no Discord (Foto: Discord)

O processo é chamado de injunção preliminar, o que significa “um primeiro aviso” para o Global++. O pedido era para que o time apenas tirasse suas plataformas do ar. Com a retirada inicial, o grupo já entra em acordo legal com a Niantic, mas ainda não é possível saber se ele será multado por isso.

O Global++ é conhecido por oferecer versões chamada de ++ de jogos famosos. No caso de Pokémon GO, por exemplo, há sistemas que permitem o personagem andar sozinho e enganar o GPS do aparelho.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.