Activision entra no mercado chinês com anúncio de game mobile de Call of Duty

Por Wagner Wakka | 02 de Agosto de 2018 às 19h55

Depois da Epic Games, com Fortnite, e a PUBG Corp., com Player Unknown’s Battlegrounds, agora é a Activision que vai entrar no visado mercado chinês de jogos para smartphones. Nesta quinta-feira (2), a empresa anunciou uma parceria com a Tencent para lançar Call of Duty para plataformas mobile na China nos próximos meses.

O game será free-to-play com novos modos de jogo voltados a plataformas mobile, sendo que personagens e narrativas das séries originais dos consoles e PCs serão usados também nesta versão. A Activision ainda confirma que mapas, modos e armas já conhecidas da série Call of Duty também serão usados no game para smartphones.

O desenvolvimento será feito pela Timi, um estúdio interno da Tencent no país asiático, com lançamento “nos próximos meses”, como aponta comunicado oficial. “Nós estamos trabalhando com um dos melhores estúdios mobile da Tencent, o Timi, no desenvolvimento de uma divertida e original experiência de Call of Duty que entregue gameplay e mecânicas magníficas para jogadores mobile”, disse Rob Kostich gerente geral de Call of Duty.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O Timi é o estúdio responsável por levar PUBG para dentro do país nos smartphones, e que transformou o game em um dos maiores sucessos da região.

Esta não é a primeira vez que a série ganha versão para smartphones. A Activision já contratou a desenvolvedora Glu Mobile para fazer versõe de alguns de seus principais títulos para smartphones. Entre eles, estão Call of Duty: World at War, Call of Duty 4: Modern Warfare, Call of Duty: Modern Warfare 2: Force Recon e Call of Duty: Black Ops Mobile. Todos foram lançados como um chamariz para a Microsoft tentando entrar no mundo dos smartphones com o Windows Phone.

Se seguir os passos de seus principais concorrentes, é possível que logo logo seja lançada uma versão mundial também deste jogo de Call of Duty, incluindo um modo battle royale. Contudo, a Activision ainda não divulgou planos para versões fora do país.

A China tem funcionado como uma plataforma de testes para publicações do mercado mobile, bem como um trampolim em vendas de alguns títulos. Em especial, o gênero de battle royale ganhou muita força dentro do país, o que pode ter motivado tanto Activision quanto a Tencent a mergulhar neste mercado.

Segundo a Newzoo, a projeção é de que o continente asiático passe a representar 52% do montante global de videogames e 28% da receita com jogos seja proveniente da China. Em relação ao universo dos smartphones, a expectativa é de crescimento de 25,5% só neste ano, quando a Newzoo acredita o mobile passe a representar mais da metade da indústria global de jogos. Em 2021, espera-se que esta parcela seja, sozinha, um mercado de mais de US$ 100 bilhões.

Battle royale

Não é somente nas plataformas mobile que a série pretende seguir os passos de seus concorrentes. O novo game para consoles e PC, Call of Duty: Black Ops 4, adicionou um modo multiplayer semelhante ao battle royale, um dos estilos de maior sucesso na atualidade. A opção battle royale em Black Ops 4 se chamará Blackout. Contudo, ainda não há imagens de gameplay do modo. Este título, desenvolvido pela Treyarch, está com seu lançamento marcado para PlayStation 4, Xbox One e PC para 12 de outubro.

Nem a Tencent, Timi ou Activision, contudo, informaram se esta versão para smartphones terá também um modo battle royale. As empresas também não disseram para quais sistemas operacionais o games vai chegar.

Diante do sucesso de Fortnite e PUBG nos smartphones, é bem possível a Activision embarque nessa. De acordo com Steven Ma, vice-presidente sênior da Tencent, o novo título terá novos modos e conteúdos para a série e foi “criado para atender aos interesses e estilos de jogo de jogadores mobile na China”.

Fonte: Business Wire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.