Onze falhas de segurança no iPhone foram descobertas pela Google

Por Rafael Arbulu | 30 de Julho de 2019 às 19h50
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Os pesquisadores de segurança digital Natalie Silvanovich e Samuel Groß, ambos atuando pelo Project ZERO da Google, identificaram 11 falhas de segurança dentro do sistema operacional móvel dos smartphones da Apple, o iOS. Dessas 11, cinco já foram corrigidas pelo último patch de segurança lançado pela empresa de Cupertino, mas seis ainda posicionam o usuário a riscos.

Segundo a documentação, a maioria das falhas rodavam exploits via iMessage, o serviço integrado de mensagens instantâneas dos dispositivos da Apple, algumas (incluindo uma ainda não resolvida) consistindo de um mero envio de mensagem com código malicioso, que permite a execução de programas duvidosos no iPhone da vítima. Outras duas eram ataques diretos de memória.

iPhone apresenta diversas falhas de segurança, segundo pesquisadores de projeto da Google

Detalhes das falhas ainda abertas estão sendo mantidos em sigilo, em respeito ao prazo de 90 dias a partir da comunicação dos erros, que é praticado pelo mercado global. Das falhas já resolvidas, basta baixar a última atualização de segurança da Apple (versão 12.4 do iOS) e você já estará seguro.

Segundo o ZDNet, foi um golpe de sorte que as falhas foram detectadas por pesquisadores sem interesses comerciais. O site aponta que esse tipo de problema costuma ser amplamente proveitoso para empresas e governos que produzam softwares de vigilância, ou a pesquisadores que tentem empurrar soluções comerciais de proteção.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.