iOS 11 já pode ser instalado por todos; confira as novidades e melhorias

Por Wellington Arruda | 19 de Setembro de 2017 às 14h45

Depois de dez versões beta, algo inédito até então para as atualizações de sistema da Apple, finalmente o iOS 11 foi liberado para todos os usuários. O update começa a ser distribuído a partir de hoje e é compatível com dispositivos com arquitetura 64 bits. Isso quer dizer, basicamente, que dispositivos como o iPhone 5 e 5C estão de fora do update.

Sendo assim, os modelos do iPhone que são compatíveis com a atualização começam a partir do 5s, o que também inclui o SE. O iPhone 6, 6s e 7, além das variantes Plus, também recebem o update. Donos do iPad Mini 2, 3 e 4, além do iPad (5ª geração) também estão na lista, bem como os modelos iPad Air, Air 2 e iPad Pro. Por fim, o iPod touch (6ª geração) também será atualizado.

O iOS 11, pensando nas mudanças de gestos e aplicativos que ganharam um visual completamente novo, foi remodelado para se adaptar ao iPhone X. Para quem tem o iPhone 6s ou o 7, o gesto de tocar na lateral da tela e arrastar (com um pouco de pressão) para alternar entre os apps deixa de funcionar, enquanto que a multitarefa também passou por leves mudanças.

Quais são as novidades?

O visual do sistema está diferente, e quando falamos diferente, incluímos também os ícones dos apps e a interface de modo geral. Tudo vai lembrar bastante as primeiras modificações do Apple Music, que muita gente não curtiu, mas a Apple acabou fazendo outras mudanças para deixar as coisas mais alinhadas.

A Central de Controle também está beeeem diferente do que estamos acostumados, com a possibilidade também de escolher quais serão os atalhos que aparecerão ali. Ah, e agora também é possível iniciar gravações da tela de modo nativo, enquanto que as screenshots também trazem mais interatividade e permitem aos usuários fazerem edições e recortes antes de gerar o arquivo final.

De fato, o iOS 11 traz um pouco mais de interatividade e molda o sistema móvel da Apple para algo mais intuitivo. A App Store, por exemplo, utiliza agora um sistema de cards com informações e aplicativos relevantes, que serão atualizados diariamente. As páginas dos aplicativos também estão diferentes, enquanto que a tela de autenticação do download também passou por mudanças e lembra uma autenticação do Apple Pay.

Aos fotógrafos de plantão, o Live Photos também traz novos efeitos que simulam o "Boomerang" do Instagram, mas o mais legal — e o que nós mais utilizamos até agora — foi o de criar o efeito de longa exposição. Outra coisa bacana é o suporte a GIFs no aplicativo Fotos, enquanto que o Modo Retrato está mais inteligente e mais rápido no iPhone 7 Plus. No iPhone 8 Plus e iPhone X, o recurso traz novos efeitos.

Outra coisa sobre as fotos e vídeos no iOS 11: existem novos CODECs para os arquivos, e a Apple promete reduzir o espaço ocupado por eles. Para conferir esta opção, basta ir em Ajustes > Câmera > Formatos.

E o desempenho?

Assim como em cada atualização de sistema, muita gente sente o "peso" e os smartphones acabam ficando mais lentos, talvez. É por isso que nós recomendamos fazer uma "instalação limpa", para que você não tenha problemas de desempenho.

De modo geral, o iOS 11 não apresenta instabilidades durante o uso e segue fluido como sempre. Nós fizemos testes num iPhone 7 Plus desde a primeira versão beta para desenvolvedores, onde encontramos uma infinidade de bugs. Mas, tudo bem, né? Versões beta estão aí para isso, mesmo. O que importa é que a versão final do sistema tem funcionado bem inclusive em dispositivos como o iPhone 5s — mas não com o mesmo desempenho de um iPhone SE, por exemplo.

Como instalar no meu dispositivo?

A instalação do iOS 11 pode ser feita tanto pelos próprios gadgets quanto pelo computador. Se optar pela segunda opção, tenha em mente que o iTunes também precisa estar atualizado. Pelo próprio iPhone, iPad ou iPod touch, vá nos ajustes do sistema, toque na aba "Geral" e depois em "Atualização de Software". Usuários que já utilizavam a versão beta e atualizaram para a GM (Golden Master) não precisam se preocupar, porque esta é a mesma versão que está sendo distribuída ao redor do mundo.

Outra coisa muito importante de atualizar o seu gadget: faça um backup. Se preciso, faça dois backups. Um na nuvem (iCloud) e outro no computador. Se você estiver receoso, não tem problema, também; aguarde por relatos de usuários que já utilizam o iOS 11 com o mesmo modelo do seu dispositivo e então atualize o seu, dependendo do feedback.

Nós já publicamos um vídeo sobre o primeiro beta do iOS 11 com algumas das principais novidades, que foram mantidas até agora pela Apple. As novidades do sistema você pode conferir a seguir.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!