Como desbloquear músicas “explícitas” no Apple Music

Por Felipe Demartini

Como um sistema integrado de forma direta ao iOS, o Apple Music também é capaz de utilizar as configurações e definições dele em sua própria utilização. Isso significa que, por exemplo, seus gostos pessoais em aplicativos e conteúdos de mídia podem acabar virando recomendações de faixas, enquanto as playlists podem ser carregadas de um dispositivo para outro com um simples login na conta.

Por outro lado, isso também significa que alguns parâmetros mais obscuros do sistema operacional também acabam transportados para a experiência do Apple Music. E aqui, especificamente, estamos falando dos controles parentais, que acabam impedindo a reprodução de algumas faixas consideradas explícitas. Quem curte rap, por exemplo, pode acabar percebendo isso com mais frequência, com algumas músicas simplesmente não sendo reproduzidas e aparecendo “acinzentadas” na lista.

A Maçã leva a sério os sistemas de controle parental, mas o que muita gente não sabe é que essas configurações são ativadas por padrão no iOS. O que significa, basicamente, que qualquer tipo de conteúdo considerado impróprio acaba restrito, mesmo que o usuário não esteja de acordo com isso.

Conteúdo explícito ios

Felizmente, mudar essa realidade é bem fácil. Basta acessar o menu de Ajustes e, na seção “Geral”, clicar em “Restrições”. O iOS irá pedir que você digite seu código numérico, o mesmo utilizado para desbloquear o aparelho, ou cadastre um caso não utilize essa medida de segurança.

Conteúdo explícito ios

Esse passo pode parecer estranho, mas siga com a gente. Selecione a opção “Ativar restrições” – sua senha numérica deve ser pedida novamente – e, na sequência, role a tela até a opção “Músicas, Podcasts e Notícias”. Aqui, marque como ativada a caixa Explicit. É ela quem vai permitir a reprodução de conteúdos impróprios.

Conteúdo explícito ios

E é simples assim. A partir de agora não apenas músicas, mas também filmes, podcasts e textos que contêm palavrão ou conteúdo com classificação indicativa alta, por exemplo, poderão ser aproveitados sem problemas no iPhone ou iPad. Caso você compartilhe os aparelhos com os filhos, basta fazer o percurso contrário deste tutorial para que tudo volte como estava originalmente.