Apple aumenta limite para download na App Store usando dados celulares

Por Felipe Demartini | 31 de Maio de 2019 às 12h59
Reprodução
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Caso você seja desses que desativa o Wi-Fi fora de casa e esquece de ligar quando volta, é melhor ficar esperto. A Apple aumentou nesta semana o limite para downloads usando a rede celular por meio da App Store agora para abraçar apps, jogos e outros conteúdos com até 200 MB. Isso, para os desatentos, pode significar um consumo maior e limites sendo atingidos bem mais rapidamente. Antes, esse teto era de 150 MB.

A mudança acompanha a evolução no tamanho das aplicações e também atende a pedidos antigos de desenvolvedores, que por anos se opõem aos limites arbitrários da App Store, que simplesmente não deixa que o usuário baixe softwares maiores que o máximo usando 4G, 3G ou outras conexões móveis.

Por outro lado, a Apple defende a medida afirmando que essa é uma ideia voltada justamente para evitar enganos. Ela sempre existiu e já foi ampliada outras vezes, sendo pensada para informar os usuários sobre a utilização dos dados móveis e o grande consumo que pode ser proporcionado pelos downloads, que acima do teto só podem ser realizados por meio de uma rede Wi-Fi.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Apple aumentou para 200 MB limite de download de arquivos por meio da App Store para redes móveis, em medida que tenta proteger usuários de planos com franquia (Imagem: Reprodução/9to5Mac)

Entretanto, a grande crítica tem a ver justamente com a arbitrariedade da coisa. Ninguém é contra alertar os usuários quanto a um eventual consumo demasiado dos dados móveis, mas os desenvolvedores acreditam que a App Store deveria emitir apenas um alerta aos utilizadores, sem os restringir completamente. Afinal de contas, a norma também impede que clientes de planos ilimitados baixem as aplicações.

A última mudança desse tipo aconteceu em setembro de 2017, quando a Apple aumentou o limite de 100 MB para 150 MB. É um ritmo de progresso lento, na visão dos desenvolvedores, na medida em que a resolução das telas aumenta e os aplicativos precisam de elementos gráficos mais pesados, que influenciam diretamente no tamanho do download. A norma, para eles, não acompanha esse desenvolvimento da indústria; mas, a bem da verdade, os limites de utilização impostos pelas operadoras de telefonia também não, constituindo o argumento usado pela Maçã para manter o teto ativo.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.