YouTuber britânica Emily Hartridge morre após colidir seu patinete com caminhão

Por Rafael Arbulu | 15 de Julho de 2019 às 14h28
(Foto: Jeff Spicer/Getty Images)

A personalidade da internet, youtuber e apresentadora de TV britânica Emily Hartridge morreu em acidente de trânsito envolvendo seu patinete elétrico, que chocou-se contra um caminhão, na última sexta-feira (12). Ela tinha 35 anos.

Emily tornou-se conhecida pela sua série de vídeos “10 Reasons Why” (“10 Motivos para…”, na tradução livre), onde ela enaltecia um projeto voltado à adoção de uma vida mais saudável, repleta de boa alimentação, autoconhecimento do corpo e prática de exercícios. A série obteve grande sucesso no Reino Unido, fazendo com que Emily virasse apresentadora de programas televisivos locais. Ela chegou até a entrevistar pessoas globalmente famosas, como os atores Hugh Jackman (franquias Wolverine e X-Men) e Eddie Redmayne (Animais Fantásticos; A Teoria de Tudo).

Em seu canal no YouTube, os mais de 350 mil inscritos também acompanhavam a sua rotina de viagens, namoro, sua relação com a irmã gêmea e dicas de rotina com suas idas à academia e treinos.

O acidente marca o primeiro caso fatal envolvendo patinetes elétricos no Reino Unido. Ainda não há uma regulamentação exata que atenda a empresas que ofereçam esse tipo de transporte no bloco econômico, embora o governo considere ilegal a sua circulação por vias públicas, mas não em espaços privados. Atualmente, há uma revisão legislativa em curso sobre o assunto. Não se sabe se Emily estava em trânsito irregular ou não quando o choque ocorreu.

No perfil oficial de Emily no Instagram, a seguinte mensagem foi postada:

"Olá a todos. Esta é uma coisa horrível a se dizer pelo Instagram, mas sabemos que muitos de vocês estavam esperando ver Emily hoje, e esta é a única maneira de contatar todos de uma vez. Emily se envolveu em um acidente ontem [sexta-feira] e faleceu. Todos nós a amamos muito, e ela nunca será esquecida. Ela tocou tantas vidas, que é difícil imaginar as coisas sem ela. Ela era uma pessoa muito especial".

No Brasil, o uso de patinetes elétricos ainda não possui regulamentação estipulada pelo Conselho Nacional de Trânsito, que rege apenas que seus usuários devem obedecer normais gerais já estabelecidas (uso de capacete, trânsito em vias específicas etc.). Atualmente, a decisão sobre como empregar a fiscalização e normas de uso desses aparatos é competente aos departamentos municipais de trânsito. São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, têm uso proeminente dos patinetes.

Fonte: G1, via The Guardian

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.