Netflix remove "trava regional" de países da União Europeia

Por Eduardo Hayashi | 03 de Abril de 2018 às 11h47
TUDO SOBRE

Netflix

Começou a vigorar em 1º de abril as novas leis da União Europeia sobre assuntos de portabilidade de serviços digitais. Se você não está por dentro do assunto, elas estabelecem, entre outras coisas, o direito de usuários europeus em serviços de vídeo por demanda pagos, como Netflix e Amazon Prime, acessarem os seus conteúdos em qualquer lugar sem a indesejada trava regional de conteúdos.

Com a mudança, todos os residentes europeus podem não somente desfrutar de conteúdos regionais como também ter o acesso completo aos filmes, vídeos, série e documentários com o idioma nativo, evitando todo o transtorno durante viagens internacionais. Para estabelecer se o usuário é ou não elegível a esta nova regulamentação, os serviços realizarão verificações cruzadas nos detalhes da conta e do respectivo endereço de acesso à internet.

Entretanto, vale notar que as regras não se aplicam para serviços de vídeos online gratuitos, cabendo a cada uma das empresas decidir se a mudança será feita ou não. Também foi estabelecido que qualquer companhia do ramo está proibida de cobrar qualquer tipo de plano ou assinatura para que a portabilidade seja garantida.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Conforme observou o Engadget, a única região que desfrutará temporariamente dessa liberdade é o Reino Unido, em grande parte devido ao Brexit. Neste caso específico, é esperado que o Estado soberano recorra da decisão e negue a portabilidade a partir de 29 de março de 2019.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.