Na Índia, sistema de Wi-Fi grátis da Google já tem oito milhões de usuários

Por Felipe Demartini | 07 de Junho de 2018 às 13h26
Tudo sobre

Google

A Google comemorou nesta quinta-feira (7) o sucesso de seu programa de Wi-Fi grátis na Índia, que atingiu a marca de oito milhões de usuários em todo o país. O anúncio foi feito para marcar a obtenção da meta de 400 estações de trem cobertas na nação, completada nesta semana com o lançamento da rede da parada Dibrugarh, no nordeste indiano.

Com o anúncio, a companhia também revelou números que comprovam que sua iniciativa de inclusão digital da população foi bem-sucedida. De acordo com a companhia, mais de metade dos oito milhões de usuários de seus sistemas gratuitos de internet o utilizam pelo menos duas vezes por dia (possivelmente na ida ao trabalho e durante o retorno), com cerca de 350 MB transferidos por utilizador, diariamente.

Além disso, a Google revelou o sucesso de uma outra empreitada, que traz monetização ao sistema. O acesso à internet é, essencialmente, de graça e utilizável em todo tipo de dispositivo conectado, mas os usuários que desejarem usufruir de uma velocidade maior de conexão podem realizar o pagamento de uma pequena taxa, que também acaba com a exibição de anúncios disponível na versão gratuita do serviço. O processo de monetização foi iniciado no começo de 2018 e, de acordo com a companhia, foi bem aceito pelos utilizadores.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A jornada, porém, ainda está longe do fim, segundo as palavras de Caesar Sengupta, diretor de um grupo interno da Google chamado Next Billion. A equipe é voltada, justamente, para a inclusão digital (de forma a trazer o próximo bilhão de usuários para a internet), e disse que um dos desafios, agora, é levar a conexão Wi-Fi gratuita para outros pontos de grande circulação na Índia, não diretamente ligados às estações de trem.

O executivo afirma que quase um bilhão de indianos ainda não possui acesso à internet, e boa parte deles não utiliza essa categoria de transporte público em sua rotina diária nem mora nas imediações das estações. Sendo assim, a ideia é levar o projeto adiante, não apenas na Índia, mas também em outros países. México e Indonésia já fazem parte da lista, com outros sendo adicionados a ela em breve.

Além da oferta de internet gratuita, fazem parte das iniciativas da Google para inclusão digital na Índia o lançamento de versões mais simples de seus aplicativos, para uso com conexões mais lentas ou com limite de consumo de dados, além de redes sociais voltadas para comunidades locais, um software de transferência independente de dinheiro e um serviço de entrega de comida. Estes, entretanto, não têm data para serem levados a outros países, mas a ideia de lançar serviços exclusivos para populações de baixa renda e redes precárias também fazem parte das ideias da gigante para o futuro próximo.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.