Exagero? Google testa anúncios com fontes 50% maiores em resultados de busca

Por Ramon de Souza | 30 de Julho de 2020 às 22h45
Twiter/PPC Hubbub
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Aqueles anúncios que aparecem no topo dos resultados de uma pesquisa no Google muitas vezes já incomodam bastante — eles raramente se provam úteis, e, muitas vezes, até confundem o internauta ao apresentar um site que tenta se passar por uma página oficial. Contudo, tudo indica que o Gigante das Buscas está prestes a tornar tais propagandas patrocinadas ainda maiores.

De acordo com o perfil do Twitter PPC hubbub, a empresa está testando, com um número limitado de usuários, aumentar drasticamente o tamanho da fonte utilizada nas “headlines” (chamadas) dos anúncios nas buscas. Esse aumento seria de, pelo menos, uns 50% em relação ao tamanho atual.

A “novidade” só se aplicaria ao primeiro anúncio patrocinado de cada pesquisa (que, por definição, é o mais caro e mais rentável para a Google). Para provar sua afirmação, o PPC hubbub compartilhou um vídeo gravado da tela de seu próprio celular. Não há indícios de que a alteração afetará a interface para computadores.

O Canaltech tentou reproduzir a aparição dos anúncios anabolizados, mas não obteve sucesso (nem em dispositivos móveis e nem no desktop); outros veículos internacionais também não foram capazes de repetir o feito, o que abre uma (pequena) margem para que os tais planos sequer existam. Até o momento, o Google não se pronunciou a respeito do assunto.

Fonte: Twitter/PPC hubbub, 9to5Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.