Golpista ameaça processar vítima após golpe do Pix dar errado

Golpista ameaça processar vítima após golpe do Pix dar errado

Por Kaique Lima | Editado por Claudio Yuge | 02 de Agosto de 2022 às 16h20
Reprodução/duallogic (Unsplash)

O dono de uma pizzaria em Teresina, capital do Piauí, resolveu pregar uma peça em um golpista que tentou aplicar o golpe do Pix no estabelecimento. O empreendedor enviou uma garrafa com suco falso, temperado com sal, e uma pizza sem recheio. O caso foi compartilhado na internet e viralizou rapidamente.

O caso ganhou tanta repercussão que atravessou as barreiras da internet e foi parar na TV. O dono da pizzaria, Robson Costa, foi convidado para participar do programa “Encontro”, da TV Globo, na última quinta-feira (28). Durante sua participação, o empreendedor contou um fato curioso sobre a história. Costa alegou estar recebendo assédio jurídico do golpista.

Ameaça de processo

De acordo com o empreendedor, o homem que tentou aplicar o golpe está ameaçando processá-lo por ter tido seus dados expostos na internet. “Eu fiz um boletim de ocorrência ontem à noite. Eu nem iria fazer, né, mas ele ficou ameaçando a pizzaria, falando que vai processar a gente por ter divulgado os dados dele”, disse ele.

Costa contou que desde que o Pix se tornou o pagamento do momento, houve uma série de tentativas de golpe do tipo contra o estabelecimento. Neste, em específico, o golpista enviou um comprovante de pagamento no valor de R$ 55, o preço de uma pizza e dois litros de refrigerante, porém, o valor creditado na conta foi de apenas R$ 0,01.

“Um mês atrás, a gente foi vítima de golpes, três vendas com golpes falsos. A gente confiava, não conferia”, disse o empreendedor. “Depois disso, só enviamos o pedido pra cozinha e para entrega com o dinheiro na conta”, contou. Porém, dessa vez, ele resolveu pregar uma peça no golpista.

Segundo ele, a ideia da brincadeira foi da pizzaiola, que sugeriu enviar apenas a massa, sem recheio, com os dizeres “pix fake” na caixa. Para substituir o refrigerante, os funcionários pegaram uma garrafa vazia e prepararam um suco em pó temperado com sal, para evitar que o golpista bebesse e também enviaram um pênis de borracha na caixa.

Primeira tentativa deu certo

Durante a entrega, foi comprovado que se tratava de um homem com as mesmas características de alguém que já tinha conseguido aplicar um golpe parecido anteriormente. Além disso, o endereço de entrega era um terreno baldio muito parecido com o que foi informado por esse mesmo golpista.

Após a entrega, o homem enviou uma série de mensagens para a pizzaria pelo WhatsApp dizendo que não tinha entendido a entrega. Em seguida, bloqueou o estabelecimento. Por um outro número, os funcionários entraram em contato pedindo a devolução do brinquedo erótico, ao qual o golpista disse que devolveria.

“Ele disse que vai devolver e mandou uma mensagem dizendo que roubou para comer", afirmou Robson Costa. Porém, funcionários de outros estabelecimentos da região disseram que o mesmo homem tentou aplicar golpes usando o mesmo modus operandi, mas para pedir cervejas.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.