Publicidade

Brasil continua como um dos 20 países do mundo que mais acessam o PornHub

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 12 de Dezembro de 2018 às 21h40

Link copiado!

Brasil continua como um dos 20 países do mundo que mais acessam o PornHub
Brasil continua como um dos 20 países do mundo que mais acessam o PornHub

2018 está chegando ao fim, e diversas empresas têm feito um balanço sobre seus feitos e conquistas durante o ano. E nesta última terça-feira (11) foi a vez da PornHub, empresa que está sempre (com o perdão do trocadilho) dando duro para crescer, de revelar seus números deste ano.

E este não foi um ano mole para a companhia, que recebeu 33,5 bilhões de acessos durante o ano, numa média de 92 milhões de cliques diários — o equivalente a se todas as pessoas que possuem um emprego no Brasil acessassem o site todos os dias ao chegar do serviço. Esses usuários assistem mais de 298 milhões de vídeos dentro da plataforma todos os dias, que somam mais de 15 milhões de horas de conteúdo acessado no site.

E, como acontece todos os anos, são as notícias do mundo que regem os fetiches dos usuários. A revelação do caso entre o atual presidente do Estados Unidos, Donald Trump, e a atriz pornô Stormy Daniels — que inclusive chegou a descrever o pênis do presidente em um programa de auditório — fez com que o nome dela fosse o termo mais pesquisado no site em 2018. Em segundo lugar ficou Fortnite, jogo da Epic que nem apareceu na lista de pesquisas em 2017, mas se tornou o segundo termo mais pesquisado do PornHub em 2018, alavancado pelo sucesso de seu modo battle royale que o tornou o game mais jogado do mundo. Outro termo interessante a aparecer na lista de mais procurados este ano foi Bowsette, uma personagem criada por fãs que consiste de uma mistura do Bowser com a Princesa Peach (todos personagens da franquia de jogos Mario), e que se tornou em meme em meados de setembro, fato que ajudou o termo a ficar em 9º lugar entre os mais buscados de 2018.

Continua após a publicidade

Outros dados curiosos são de como alguns eventos e feriados afetam o acesso ao site. Por exemplo, o casamento real britânico entre o Príncipe Harry e a atriz Megha Markle diminuiu em 10% os acessos ao site durante o evento, enquanto a final da Copa do Mundo entre França e Croácia diminuiu o número de acessos ao site em 11%, mas os números são muito mais expressivos quando consideramos os países-sede: durante o jogo, o acesso ao PornHub foi 55% menor do que o normal na França, e 66% menor na Croácia. Feriados e festas nacionais também afetam a quantidade de acessos ao site, que diminuem em 34% durante a véspera de Natal e 38% durante a véspera de Ano Novo, mas aumentam em 7% no Dia dos Namorados e em 5% durante a Black Friday.

Assim como nos últimos anos, o Brasil também é um dos países de maior destaque no site, e faz parte dos 20 países que correspondem a 80% dos acessos totais do PorhHub. Apesar disso, nosso país perdeu duas posições em comparação com o ano passado, saindo do top 10 e ficando em 12º lugar em 2018. Os termos mais procurados por aqui também mudaram, com “hentai” e “lesbian” assumindo as primeiras posições. Outro dado interessante é sobre o termo “transgênero”: enquanto o Brasil continua sustentando o título de país que mais mata pessoas trans em todo o mundo, de acordo com a ONU, o pornô de transgêneros é uma das categorias mais acessadas no país, que tem uma procura por vídeos do tipo 57% maior do que todo o resto do mundo.

O relatório sobre o 2018 do PornHub é extremamente completo e detalhado, e certamente é uma leitura interessante para aqueles que se interessam pelo assunto, e pode ser acessado direto pelo site da empresa.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Fonte: PornHub