Uploader de conteúdo pirata é multado em mais de US$ 32 milhões

Por Redação | 05 de Maio de 2014 às 08h30
photo_camera Café com Notícias

O usuário nova-iorquino Secludedly recebeu uma multa de mais de US$ 32 milhões por fazer upload de conteúdo da UFC em sites como The Pirate Bay e Kickass Torrents. Após fazer o upload de ao menos 124 eventos, a Zuffa, proprietária do UFC, processou o homem por diversas causas, entre elas, quebra de contrato e direitos autorais.

Por um certo tempo, Secludedly foi uma das melhores fontes de pirataria para eventos do UFC em sites de compartilhamento de arquivos pelo mundo. Porém, nada dura para sempre.

O processo, que também inclui outros dois réus e uma companhia desconhecida que a Zuffa chama de "XYZ Corp", se trata de gravações, distribuição e compartilhamentos ilegais de mais de 120 eventos do campeonato de lutas.

Segundo o processo, os réus possuem mais de 124 ocorrências, usando sites de torrent como Kickass Torrents e The Pirate Bay para distribuir ilegalmente o conteúdo da UFC. Segundo noticiado pelo portal Torrent Freak, Secludedly recebia doações por PayPal com a desculpa de ajudar a financiar futuros compartilhamentos e distribuição ilegais.

ufc pirataria

Os advogados autores do processo vão além e em diversas oportunidades citam que Secludedly pode ter sido um grupo que tem como objetivo "se tornar o maior grupo de piratas e infratores da internet" e que os envolvidos são capazes de se aproveitar do dinheiro de "doadores" para financiar seus atos ilegais.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.