Publicidade

Após 1 ano de 5G, velocidade da internet móvel no Brasil não melhorou

Por| Editado por Wallace Moté | 21 de Julho de 2023 às 15h24

Link copiado!

Envato/Prostock-studio
Envato/Prostock-studio

Lançada oficialmente no Brasil em julho do ano passado, a tecnologia 5G ainda não foi capaz de entregar uma melhoria consistente de velocidade da internet móvel no país. De acordo com levantamentos do portal Minha Conexão, a performance atual é bastante parecida com a vista há 12 meses.

Afinal, a média nacional de velocidade das redes móveis foi de 29,56 Mbps, contra 29,65 Mbps no mesmo período do ano passado. Mesmo que não seja o desempenho ideal, ele ainda é considerado satisfatório para navegar em redes sociais e assistir vídeos em alta resolução.

Porém, o último ano mostrou algumas melhorias pontuais, ainda que não de forma constante. Durante o mês de setembro do ano passado, com três meses de implementação do 5G, a velocidade média medida foi de 58,39 Mbps.

Continua após a publicidade

Já na média de seis meses entre abril e setembro de 2022 (ou seja, com parte do período precedente à oficialização do 5G), a velocidade aferida foi de 41,49 Mbps — ainda melhor em comparação com os levantamentos mais recentes.

De acordo com informações da Anatel, cerca de 10 milhões de pessoas aproveitam os benefícios do 5G. Contudo, muita gente ainda está de fora por não ter um celular compatível, ou ainda não fazer parte da área coberta pela nova tecnologia.

Nordeste tem internet móvel mais rápida

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Dados relacionados a cada região brasileira em específico mostram que o Nordeste tem a conexão móvel mais rápida do país, na média. Por outro lado, o Norte é o que tem as redes mais lentas para download, enquanto o Sudeste traz maiores problemas no upload.

As velocidades aferidas em cada região são as seguintes:

RegiãoVelocidade de download (Mbps)Velocidade de Upload (Mbps)Latência (ms)
Centro-Oeste30,617,2145
Norte26,316,1855
Nordeste33,4518,0752
Sul33,116,2645
Sudeste29,9514,6250

6G é opção para futuro distante

Continua após a publicidade

De acordo com o representante do Minha Conexão, Alexandre Martins, o 6G poderá ser um divisor de águas no mundo corporativo. Estima-se que as velocidades de conexão podem chegar a até 1 Tbps, ou seja, mais de 40 vezes superior que a média atual calculada.

Contudo, essa é uma solução a ser pensada a longo prazo, com o início da adoção apenas em 2030. Além disso, estima-se que o 6G pode levar até uma década a mais para chegar em aplicações que explorem completamente o seu potencial.