Pesquisa revela confiança de operadoras no potencial da Internet das Coisas

Por Redação | 10 de Agosto de 2017 às 10h12

Uma pesquisa realizada pela Telesemana em parceria com a Teleco e patrocinada pela Amdocs entre os meses de fevereiro e março de 2017 revela que as operadoras de telecomunicações estão confiantes no potencial de investimento e de bons resultados nos serviços da Internet das Coisas (IoT). Os resultados do estudo podem ajudar as operadoras a entenderem melhor qual estratégia utilizar para explorar este novo segmento no mercado.

Um dos pontos mais relevantes da pesquisa é justamente a confiança das operadoras no negócio de IoT. 45% dos players de telecomunicações no Brasil acreditam que as cidades inteligentes têm o maior potencial de participação. Já 29% das operadoras acreditam que as cidades inteligentes é o segmento de soluções de IoT com o maior potencial de crescimento no mercado local.

Ainda sobre o potencial de crescimento da Internet das Coisas no Brasil, as operadoras responderam que, apesar de o Brasil contar com a quinta maior frota de automóveis do mundo, a cidade inteligente (29,4%) e o agronegócio inteligente (23,1%) são os dois segmentos com maior potencial. A indústria inteligente apareceu logo em seguida, com 16,2%, enquanto que as redes elétricas ocuparam o quarto posto, com 9,8%.

Quanto ao papel das operadoras no mercado de IoT, 29,9% delas afirmaram confiar que irão se tornar a principal plataforma para estas soluções, enquanto 29,5% acreditam que serão capazes de oferecer soluções personalizadas para diversos segmentos através de seus parceiros.

A grande preocupação do setor revelada pela pesquisa está na segurança das atuais redes locais. 78,1% das operadoras entrevistadas afirmaram que não acreditam que as redes locais estão prontas para os principais requisitos em matéria de segurança para o IoT. A segurança, aliás, será um dos principais motivadores para o sucesso e a implementação de serviços de IoT para as operadoras brasileiras.

As operadoras de telecomunicações atravessam um momento importante para o desenvolvimento de seus negócios. Enquanto precisam enfrentar importantes desafios relacionados à saturação dos seus serviços tradicionais e a concorrência de novas empresas, elas precisam implementar e gerenciar redes de maneira mais eficaz para poderem competir no ecossistema digital. A partir daí a Internet das Coisas aparece como uma oportunidade de negócios viável como uma preciosa fonte de receita.

Fonte: Amdocs