Microsoft cria inteligência artificial para combater doenças cardiovasculares

Por Nathan Vieira | 06 de Agosto de 2019 às 22h50
Microsoft
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

As doenças cardiovasculares são a maior causa de mortalidade na Índia. Pensando nisso, a equipe indiana da Microsoft se juntou com uma empresa chamada Apollo Hospitals para criar o Comitê Nacional de Coordenação Clínica (NCCC ) e desenvolver uma inteligência artificial, chamada API CVD Risk Score, que prevê os riscos dessas doenças nos pacientes do país. A novidade foi anunciada na última quinta-feira (1) pela própria Microsoft, por meio de um comunicado oficial da empresa. O comitê criado por meio dessa parceria consiste em liderar a equipe médica da Apollo Hospitals, todo o Instituto de Ciências Médicas de Nova Deli e a Universidade Médica do Rei George.

Microsoft e Apollo Hospitals desenvolvem parceria em prol da saúde da população indiana

A API foi criada no Microsoft Azure, sob a premissa de determinar o nível de risco de doenças cardiovasculares com a maior precisão possível para a população indiana. Para isso, a inteligência artificial leva em consideração fatores de risco, incluindo atributos de estilo de vida como dieta, tabagismo, atividade física, estresse psicológico e ansiedade.

Com quase 25% de toda a mortalidade na Índia, as doenças cardiovasculares atingem majoritariamente um público de 25 a 69 anos. Como resultado dessa parceria, mais de 200 mil pessoas já foram examinadas pela tecnologia de inteligência artificial. Em grande parte dos casos, a equipe médica foi capaz de prever a pontuação de risco dos pacientes com cerca de cinco a sete anos de antecedência, tempo que acaba sendo fundamental.

Sobre o Comitê Nacional de Cordenação Clínica

Inteligência artificial prevê riscos de doenças cardiovasculares (Foto: Microsoft Asia)

A diretora administrativa conjunta da Apollo Hospitals Group, Sangita Reddy, traz à tona a maneira como surgiu o Comitê Nacional de Cordenação Clínica (NCCC): “Reunimos alguns dos melhores cardiologistas de renomados hospitais como AIIMS e KGMU para fazer parte deste comitê". A diretora ainda explica o que esse comitê pode significar para a saúde da população indiana: "O NCCC nos ajudará imensamente em nossa luta contra o crescente tsunami de Doenças Não-Transmissíveis (DNTs). Também estamos ampliando o escopo de nossa parceria com a Microsoft para atender às crescentes demandas de saúde de pessoas em todo o país e contribuir mais para salvar vidas preciosas”.

Além disso, o comitê também visa ajudar a equipe principal da Apollo Hospitals e da Microsoft, fornecendo orientações sobre todos os projetos de inteligência artificial relacionados a cardiologia e cardiovascular, insights clínicos sobre o desenvolvimento de algoritmos clínicos e, ainda por cima, diretrizes de tratamento com base nas inferências do estudo prospectivo nacional e multicêntrico.

Anil Bhansali, vice-presidente corporativo de Cloud & Enterprise da Microsoft, afirma: “O NCCC é um grande passo à frente como parte de nossa parceria com a Apollo. Também estamos engajando parceiros do consórcio global para dimensionar a API com tecnologia de inteligência artificial. Já recebemos a aprovação para um estudo piloto e esperamos que os resultados permitam que os médicos entendam melhor as causas das DCV na população indiana".

A Apollo Hospitals e a Microsoft Índia já estão conversando com renomados sistemas de saúde em todo o mundo para ampliar a API e contribuir para a meta da Organização Mundial da Saúde de reduzir o risco de mortalidade prematura (30 a 69 anos) de doenças não transmissíceis, incluindo doenças cardiovasculares significativamente até 2025.

Fonte: Microsoft via On Mstf

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.