Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Meta prepara IA para acelerar o trabalho de programadores, diz jornal

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Agosto de 2023 às 15h55

Link copiado!

Pixabay/geralt
Pixabay/geralt

A Meta se prepara para lançar uma inteligência artificial capaz de programar. Pessoas próximas do desenvolvimento do modelo de linguagem batizado de "Code LLaMa" afirmam que ele será um rival em código aberto do Codex da OpenAI. As informações são do site The Information.

O Code LLaMA seria construído sobre o modelo LLaMa 2, plataforma de código aberto da Meta capaz de interpretar texto em linguagem natural. O bot ajudaria programadores a desenvolverem projetos com sugestões para o código enquanto digitam, tentando acompanhar a lógica do programa, servindo como uma alternativa também ao Copilot do GitHub.

Continua após a publicidade

"Para adoção corporativa, isso pode ser uma grande alavanca para que as pessoas usem isso muito mais rapidamente", disse o sócio-gerente da Essence VC, Tim Chen, ao site The Information. "Se eu fosse o Bank of America, por exemplo, poderia ajustar algo sozinho e ter um modelo realmente excelente que pode gerar muitos códigos específicos com base na minha base de código existente", descreveu.

Meta também quer uma IA para uso interno

Outro projeto em desenvolvimento nos escritórios da Meta é o CodeCompose, um assistente de programação alimentado com inteligência artificial. Ele é baseado no modelo de linguagem InCoder e foi implementado para auxiliar os milhares de desenvolvedores que atuam na Meta.

Segundo os informantes, o assistente interno gerou 4,5 milhões de sugestões numa variedade de linguagens dentro de 15 dias de uso e cerca de 22% delas foram aceitas. Cerca de 8% do código digitado por usuários do CodeCompose foram compostos por sugestões da IA.

Continua após a publicidade

O Code LLaMa deve tentar repetir esse sucesso, mas do lado de fora da Meta. A empresa deve capitalizar sobre o modelo fornecendo sua estrutura para grandes companhias interessadas em acelerar o fluxo de trabalho, mas não foi revelado quando isso vai acontecer.

Fonte: The Information