IA analisa tweets para determinar quando um protesto ficará violento

Por Ares Saturno | 29 de Maio de 2018 às 07h27

Psicólogos e cientistas da computação da Universidade do Sul da Califórnia (USC) desenvolveram um algoritmo de inteligência artificial que analisa o quanto "xingamos muito" no Twitter e correlaciona nossos posts raivosos com a violência iminente nos protestos nas ruas.

A IA procurou por sinais verbais de hostilidade em postagens na rede de microblogs e chegou à conclusão que o tópico mais propenso a inflamar os envolvidos são os de ordem moral — quando os sujeitos envolvidos discordavam quanto a uma questão ser certa ou errada. Em entrevista ao site Digital Trends, Morteza Dehghani, um dos pesquisadores da USC, disse que o estudo concluiu que as pessoas são mais propensas a defender violentamente seus pontos de vista quando falam com interlocutores que dividem as mesmas indignações morais ou acreditam estar sendo ouvidas por outros que também compartilham da mesma opinião sobre o que é certo e errado. No estudo, esse padrão foi chamado de convergência moral.

O algoritmo desenvolvido pela equipe de Dehghani analisou mais de 18 milhões de tweets que abordavam opiniões, na época, sobre os protestos de 2015 em Baltimore, na costa leste dos EUA, quando a violência policial tirou a vida de Freddie Gray. A IA percebeu que, conforme os tweets iam ficando mais moralizados, a violência dos protestos nas ruas também aumentava.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo a interpretação que a equipe de Dehghani deu aos dados, a convergência moral é um catalisador para a violência nos protestos, mas não é o único fator que leva aos confrontos entre a polícia e os manifestantes. A possibilidade de utilizar a IA para definir o momento em que uma discussão pode resultar em protestos violentos ajuda na prevenção de catástrofes sociais e dá às autoridades a possibilidade de agir com mais cautela.

"Os protestos que exibem alta convergência devem ser tratados com cuidado, pois mesmo uma pequena centelha de conflito pode levar à violência", disse Dehghani. “Talvez monitorar a convergência em uma questão possa ajudar os serviços de emergência a elaborar e implementar estratégias para promover o protesto pacífico".

Fonte: Digital Trends

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.