Drone autônomo voa a 70 km/h desviando de obstáculos

Drone autônomo voa a 70 km/h desviando de obstáculos

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Junho de 2022 às 18h30
Reprodução/University of Zurich

Pesquisadores da Universidade de Zurique, na Suíça, desenvolveram um drone quadricóptero autônomo capaz de rastrear a própria trajetória e evitar obstáculos em tempo real. O dispositivo foi projetado com hardware e software de código aberto, permitindo que qualquer pessoa possa construir um igual sem restrições.

Segundo os cientistas, o drone foi fabricado com uma variedade de novas tecnologias que garantem a autonomia e a eficiência do equipamento em voos de curta e média duração, sem a necessidade de ter um operador humano no comando de suas principais funções.

“Os quadricópteros podem ser voadores muito ágeis, principalmente quando têm um piloto humano guiando seus movimentos. Por outro lado, os drones autônomos sofrem com problemas de agilidade, principalmente ao viajar em altas velocidades”, explica o professor de robótica Davide Scaramuzza, autor principal do estudo.

Inteligência artificial

Para aumentar a velocidade de voo, os pesquisadores adicionaram sensores de visão computacional e outros sistemas de monitoramento e controle, proporcionando uma melhora significativa na capacidade de o drone receber e processar informações em tempo real.

Esquema de construção do quadricóptero (Imagem: Reprodução/University of Zurich)

Eles também acrescentaram um módulo avançado de inteligência artificial (IA) chamado Jetson TX2. Esse algoritmo desenvolvido pela Nvidia é capaz de realizar tarefas complexas que comandam o hardware do drone com rapidez suficiente para garantir um voo ágil e mais suave.

“Nós testamos nosso quadricóptero em uma ampla variedade de voos, desde lentos e constantes, até aqueles com velocidade máxima para evitar obstáculos. Com esse novo sistema de IA, o drone conseguiu manter a agilidade mesmo em deslocamentos a 50 ou 70 km/h”, acrescenta Scaramuzza.

Autocontrole

Durante os experimentos realizados em laboratório, os cientistas também perceberam que o drone é capaz de rastrear sua própria trajetória, observando continuamente sua posição no ar para calcular onde está e quando deve se movimentar para corrigir o caminho.

Sistema de IA permite que o drone corrija sua própria trajetória (Imagem: Reprodução/University of Zurich)

Além disso, o novo sistema de inteligência artificial permite que a aeronave aprenda enquanto realiza outros voos, melhorando seu desempenho com o passar do tempo e sem a necessidade de adição dados ou informações relevantes, como trajeto, altitude, obstáculos, velocidade e distância percorrida.

“No futuro, esse drone autônomo poderá ser utilizado em missões de busca e resgate no mundo real, ou talvez, para fazer entregas de mercadorias em ambientes urbanos, onde a capacidade de viajar em altas velocidades evitando todo tipo de obstáculos é fundamental”, prevê o professor Davide Scaramuzza.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.