Disney cria sistema de deepfake mais convincente até agora

Por Wagner Wakka | 01 de Julho de 2020 às 16h30
Divulgação/Disney

Uma equipe de pesquisadores da Disney criou um projeto de deepfake mais realista do que os principais sistemas já existentes. A tecnologia foi publicada pelo Disney Research Studios, braço de novas tecnologias da empresa, com resultados melhores que outros conhecidos, como DeepFaceLab.

O deepfake é a tecnologia em que é possível trocar o rosto de uma pessoa por outro de modo tão realista que se torna praticamente imperceptível para o usuário comum. O sistema da Disney usa machine learning para compreender o padrão do rosto do usuário e criar uma camada com o rosto falso que vai em cima do rosto original.

Contudo, para dar mais realismo ao sistema, a plataforma usa um algorítimo treinado que estabiliza a imagem e cria efeitos de luz para se encaixar ao rosto da pessoa. A diferença aqui é a que a Disney tenta trabalhar em alta resolução, para conseguir adicionar mais detalhes ao rosto, tornando o resultado o mais próximo possível do rosto real.

Dessa forma, enquanto modelos do DeepFakeLab trabalham com imagens em 256 x 256 pixels, a plataforma da Disney usam 1024 x 1024 pixels. A proposta, aqui, é também permitir que a tecnologia seja usada em telas maiores, ou seja, para produções de cinema.

Atualmente, a empresa já trabalhou com tecnologias semelhantes para trazer Carrie Fisher de volta para o papel de Leia Organa nos filmes de Star Wars. A atriz morreu após as gravações do Episódio VII da saga. Com isso, foi preciso recriar a personagem em computação gráfica.

Fonte: Disney

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.