Banco dos EUA começa a criar publicidade com inteligência artificial

Por Wagner Wakka | 05 de Agosto de 2019 às 07h25
Divulgação/JP Morgan Chase

Inteligências artificiais podem começar a escrever linguagem de marketing para clientes. O banco norte-americano Chase fechou um acordo de cinco anos com a Persado para usar sistema de IA em relacionamento com cliente. O banco já havia começado testes com a nova parceira em cartões de crédito, mas agora expandiu a função para sistemas financeiros mais complexos.

A Persado já informou que realizou testes de criação de peças publicitárias com IAs, que tiveram melhor desempenho que as criadas por seres humanos. O resultado foi medido pela taxa de cliques dos usuários nestas peças. Em alguns casos, a IA conseguiu fazer com que usuários clicassem até duas vezes mais que nas criações por humanos.

“A tecnologia da Persado é incrivelmente promissora. Ela reescreve textos e títulos de comunicadores, usando um julgamento subjetivo e suas experiência“, disse Kristin Lemkau, chefe de marketing da JPMorgan Chase, companhia detentora do Chase.

A tecnologia será usada para criar versões “ideais” com base nas criações de publicitários da empresa, dentro de peças de publicidade direta para o cliente, além de Facebook e e-mail.

Será que a máquina vai substituir o ser humano? Questionado sobre o isso, o CCO da Chase disse que não haverá mudança na estrutura da empresa. Portanto, até o momento, não há previsão de cortes na companhia.

A Persado, por sua vez, já informou que há outras empresas interessadas nesta movimentação, entre elas Dell, William e Expedia.

Fonte: Ad Age

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.