Tesla está construindo a maior bateria de íon-lítio do mundo

Por Redação | 29 de Setembro de 2017 às 17h00

Primeiro, o bilionário CEO da Tesla definiu uma meta para levar o homem à Marte até o ano de 2024. Agora, Elon Musk deseja construir a maior bateria de íon-lítio do mundo – e parece que a construção já está na metade do caminho para sua conclusão.

A meta de Musk é finalizar a construção do sistema de 129 megawatts/hora dentro de 100 dias a partir desta sexta-feira (29), e a bateria fornecerá energia para a Austrália do Sul, um ano depois de essa região ter sofrido um apagão de grandes dimensões. A Tesla venceu a licitação que aconteceu em julho para a construção da bateria, e precisa correr contra o tempo para que o sistema esteja pronto antes do início do verão, em dezembro, quando a população precisa contar ainda mais com a energia local.

A bateria está sendo construída em um parque eólico localizado a cerca de 225 quilômetros da capital sul australiana, e o país espera que a Tesla ajude a evitar novos blecautes. Contudo, o secretário do tesouro, Scott Morrison, acredita que a solução seja algo "Hollywoodiano", não resolvendo o problema maior, que é o desafio de se prover energia renovável quando não há ventos.

Estima-se que a bateria da Tesla custará cerca de US$ 750 a US$ 950 por quilowatt, algo que pode ficar em até US$ 90 milhões. Em julho, Musk chegou a dizer que o custo dessa construção para a Tesla seria de algo na faixa dos US$ 50 milhões se a companhia não conseguisse entregar o projeto dentro do prazo.

Fonte: Mashable

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.