MediaTek Dimensity 9000+ supera Snapdragon 8+ Gen 1 em teste de benchmark

MediaTek Dimensity 9000+ supera Snapdragon 8+ Gen 1 em teste de benchmark

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 23 de Junho de 2022 às 14h46
Divulgação/MediaTek

Depois de a MediaTek anunciar o Dimensity 9000 Plus como seu novo chipset topo de linha, testes na plataforma Geekbench revelam que ele pode entregar um desempenho mais alto que seu principal concorrente, o Snapdragon 8 Plus Gen 1 da Qualcomm.

Processadores têm arquiteturas semelhantes (Imagem: Gizchina)

Os resultados podem variar, mas o componente já foi capaz de receber 1.322 pontos em single-core e 4.331 pontos em multi-core, de acordo com o Geekbench 5. Para efeito de comparação, avaliações anteriores já mostraram 1.331 e 4.070 pontos para o processador da Qualcomm, respectivamente.

O novo componente da Mediatek conta com um mesmo “ultra-núcleo” Cortex-X2 de 3,2 GHz para as tarefas de máximo desempenho. Os outros núcleos também são semelhantes ao Snapdragon 8 Plus Gen 1, com três Cortex-A710 para alta performance e mais quatro Cortex-A510 voltados para eficiência energética.

Com isso, o desempenho da CPU teve um aumento de aproximadamente 5% em relação à geração anterior. Ademais, a renderização gráfica foi melhorada em 10% com melhorias feitas na GPU Mali-G710.

Em teoria, o Mediatek Dimensity 9000 Plus surge como o novo líder em performance para dispositivos Android, mas ainda é preciso medir como ele será otimizado nos smartphones — até o momento, não foram divulgadas as marcas e modelos que utilizarão o chipset.

Além disso, os testes possuem um caráter relativamente preliminar. Ou seja, ainda existe um considerável espaço para melhorias em aspectos como performance geral e otimização de consumo, entre outros.

MediaTek Dimensity 9000+ tem alta capacidade para jogos e câmera

MediaTek Dimensity 9000 Plus ainda não tem data para estrear em smartphones (Imagem: Divulgação/MediaTek)

Outros detalhes revelados pela MediaTek no lançamento do novo processador incluem o suporte para memória LPDDR5 de 7.500 Mbps, APU 590 para Machine Learning e HyperEngine 5.0 em jogos.

No mais, o componente ainda oferece o processador de sinal de imagem Imagiq 790, compatível com sensores de câmera com até 320 MP. Também é possível gravar vídeos HDR de 18 bits em até três lentes ao mesmo tempo, ou fazer capturas em até 8K a 24 quadros por segundo.

Há ainda suporte para aparelhos com telas de resolução Quad HD a 144 Hz, ou mesmo Full HD+ a 180 Hz. A conectividade sem fio conta com modem 5G de até 7 Gbps, além de oferecer Bluetooth 5.3 e Wi-Fi 6E.

Fonte: Gizchina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.