Mediatek lança o Helio P90, processador 4x mais rápido do que seus antecessores

Por Rafael Rodrigues da Silva | 13 de Dezembro de 2018 às 22h15
Tudo sobre

MediaTek

Saiba tudo sobre MediaTek

Ver mais

A MediaTek anunciou nesta quinta-feira (13) o lançamento do Helio P90, novo processador da empresa que conta com a APU 2.0, uma nova arquitetura proprietária que tem como objetivo intensificar o processamento de aplicações de IA.

O chip conta com sistema octa-core desenvolvido com dois processadores ARM A75 de 2.2GHz e seis processadores A55 de 2GHz. O dispositivo ainda possui uma GPU PowerVR GM 9446 da Imagination Technologies, além da tecnologia CorePilot da MediaTek, que garante um processamento mais eficiente em seus núcleos.

Estas melhorias fazem com que o Helio P90 proporcione um nível de experiência quatro vezes maior do que os modelos anteriores do chip, o que permite realizar tarefas intensivas de aplicações de IA e obter resultados mais precisos e em menos tempo, além de ampliar o tempo de funcionamento de um smartphone sem precisar recarregar a bateria.

A tecnologia do Helio P90 não só permite experiências complexas e dinâmicas de IA (como a detecção de poses humanas) como também pode ser usada em conjunto com o Google Lens, permitindo aplicações como detecção facial de aprendizagem profunda, embelezamento em tempo real, identificação de objetos e cenas, aplicações de realidade aumentada (RA) e aceleração de realidade mista (RM), além de outros recursos em tempo real para vídeos e fotos. O chip também permite a criação de aplicações de IA utilizando alguns dos frameworks mais comuns do mercado, e é totalmente compatível com a API de redes neurais do Google Android.

Além disso, o Helio P90 permite fazer os melhores registros utilizando câmeras de 48 MP ou câmeras duplas de 24+16 MP, oferecendo aos usuários os recursos mais avançados de fotografia para smartphones existentes no mercado. Com o chip, é possível efetuar gravações em até 30 quadros por segundo, ou então usar o recurso de câmera lenta para não perder nenhum momento. O dispositivo também deverá ajudar os profissionais de fotografia, pois permite o processamento de arquivos RAW de 14 bits e YUV de 10 bits, fornecendo maior flexibilidade para registrar e processar imagens.

A MediaTek ainda não divulgou quais modelos de smartphones utilizarão o Helio P90, mas já adiantou que os primeiros aparelhos a utilizarem o processador chegarão ao mercado durante o primeiro trimestre de 2019.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.