Intel Core i9 12900KS pode chegar para competir com linha Ryzen 6000

Intel Core i9 12900KS pode chegar para competir com linha Ryzen 6000

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 21 de Dezembro de 2021 às 10h40
Divulgação/Intel

A Intel pode estar preparando uma versão revisada do Core i9 12900K, selecionada de fábrica para atingir velocidades ainda mais altas que o modelo padrão. Segundo fontes do site VideoCardz, o Core i9 12900KS estaria em desenvolvimento para combater os avanços da AMD, em especial dos aguardados Ryzen 6000 com 3D V-Cache, que reduziriam significativamente a distância entre os chips das duas companhias, aberta pela arquitetura híbrida.

Intel prepara Core i9 12900KS com clocks de 5,2 GHz

As informações sugerem que o novo Core i9 12900KS seria um modelo pre-binned, termo utilizado para se referir a chips de melhor qualidade escolhidos nas fábricas, capazes de atingir clocks significativamente mais altos. No caso, o limite chegaria aos 5,2 GHz em todos os núcleos, em comparação ao máximo de 5,0 GHz do i9 12900K.

O novo Corre i9 12900KS seria uma versão selecionada de fábrica, com clocks que atingiriam os 5,2 GHz nos cenários ideais (Imagem: Intel)

As velocidades em uso real dependeriam do estresse aplicado na CPU, mas considerando que a versão tradicional costuma se estabelecer entre 4,85 GHz e 4,9 GHz, como indicam os reviews, a variante pre-binned poderia atingir com facilidade os 5,0 GHz sem ajustes. Após configurações, aliadas ao modo de consumo máximo, o componente deve atingir então os números prometidos.

O Core i9 9900KS foi o último chip pre-binned oficializado pela Intel (Imagem: Sérgio Oliveira/Canaltech)

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a Intel prepara uma versão KS de seus processadores, mas já havia algum tempo que a gigante de Santa Clara não apostava nesse tipo de solução. O último modelo a ser lançado foi o Core i9 9900KS, enquanto a 10ª e a 11ª gerações não contaram com solução semelhante, possivelmente em virtude do alto nível de aquecimento que apresentavam.

Novidade mira na linha Ryzen com 3D V-Cache

Acredita-se que o lançamento do novo Core i9 seja uma resposta aos novos Ryzen com 3D V-Cache, supostamente pertencentes à família Ryzen 6000, esperada como uma revisão da linha Ryzen 5000. Esses processadores empregarão a tecnologia de cache empilhado da AMD, ampliando substancialmente a quantidade de memória embutida disponível para os núcleos, o que segundo a companhia proporcionaria aumentos de desempenho de até 15%.

Os novos Ryzen com 3D V-Cache prometem ganhos de desempenho de até 15%, possível motivo pelo qual a Intel estaria preparando o Core i9 12900KS (Imagem: Divulgação/AMD)

Aliado à nova microarquitetura Zen 3+, isso seria suficiente para que as versões revisadas dos Ryzen 5000 praticamente eliminem as vantagens obtidas pela 12ª geração da Intel com a arquitetura híbrida, especialmente no caso do Core i9 12900K. Não há detalhes sobre o lançamento da nova CPU da Intel, mas é possível que o componente estreie próximo ao anúncio dos rivais da AMD, aguardado para acontecer na CES 2022, em janeiro.

Fonte: VideoCardz

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.