Como clonar um HD para um SSD

Como clonar um HD para um SSD

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 11 de Março de 2022 às 19h40
Fábio Jordan/Canaltech

SSDs estão se tornando cada vez mais populares na construção de notebooks e computadores, especialmente por apresentarem velocidades de transferência  bem mais altas em comparação com os HDs. Porém, para aproveitar os benefícios de um drive mais moderno e dar aquela sobrevida a um PC antigo, transferir todos os arquivos pode ser uma necessidade. O Canaltech ensina em alguns poucos passos como clonar um HD para um SSD, de forma rápida e facilitada.

O processo de clonar HD para SSD pode ser facilitado por programas específicos (Imagem: Divulgação/Kingston)

O que é necessário ao clonar o HD para o SSD

Antes de iniciar o processo de transmissão de informações para o SSD, é necessário ter algumas coisas básicas preparadas de forma prévia:

1 - Um HD com um sistema operacional instalado: Por mais óbvio que possa parecer, é preciso que os dados estejam prontos para serem copiados, e portanto o HD necessita estar em boas condições — portanto, sem partições danificadas e com um sistema operacional instalado;

2 - Um backup completo: Prevenção nunca é demais, e por isso é importante ter um backup das informações que passarão pelo processo. Se algo errado acontecer, é possível retornar o dispositivo para um estado anterior;

3 - Um SSD compatível: é preciso conferir se o SSD possui suporte para receber todas as informações presentes no HD: para isso, ele necessita ter o espaço e conexões necessárias — em alguns casos, um adaptador USB-SATA precisará ser comprado, caso o notebook/PC não tenha a entrada correta;

4- O software necessário: Existem vários programas para Windows que podem tornar o processo mais fácil e intuitivo. Um exemplo é o AOMEI Backupper, software que já tem a clonagem de conteúdos como um recurso presente na sua versão básica — mas atenção: a versão gratuita só suporta clonagens entre partições MBR para MBR, enquanto operações entre MBR para GPT, GPT para MBR e GPT para GPT exigirão a assinatura da versão paga.

SSDs são mais modernos e rápidos em comparação com os HDs (Imagem: Divulgação/Kingston)

Passos para copiar os conteúdos do HD para o SSD

Antes de se iniciar o processo de cópia dos arquivos entre drives, é recomendado retirar todas as conexões externas que não farão parte da operação, como pen drives ou outros acessórios USB. Isso garantirá que todos os conteúdos serão direcionados para o lugar correto.

Em geral, o AOMEI Backupper é um programa que traz suas funções de forma bastante intuitiva, assim como vários de seus concorrentes — por isso, as etapas não deverão variar tanto em outros softwares.

1 - Selecionar a opção “Clone”, no menu localizado ao lado esquerdo: na sequência, aparecerão todas as opções relacionadas a clonagem de arquivos, por meio de sistemas, partições ou discos — também é possível apagar dados de um determinado disco no mesmo menu.

(Imagem: ubackup.com) 

2 - Clicar em “Disk Clone”: O programa deverá mostrar uma lista com todos os drives detectados, e então basta selecionar primeiro a fonte (o HD com todas as informações), e na sequência o destino (o SSD vazio).

(Imagem: ubackup.com) 
(Imagem: ubackup.com) 

3 - Selecionar “Start Clone”: O processo deverá ser iniciado na hora. Antes do começo da operação, também é possível escolher a opção “SSD Alignment” para otimizar as velocidades de leitura e escrita no SSD.

(Imagem: ubackup.com) 

Extra: para checar se os drives possuem partições MBR ou GPT, o programa mostra essa informação a partir do menu Properties > Volume > Partition Style. Também é possível fazer isso pelo Windows, ao acessar Gerenciamento de disco > Hardware > Propriedades > aba Volumes

Possíveis problemas de boot

Após o término do processo de clonagem de um drive, não é raro que problemas de boot aconteçam. Geralmente eles podem ser resolvidos de maneira bastante simples, apenas com algumas configurações extras na BIOS:

1 - Ordem de boot errada: É possível que a ordem de boot não esteja correta, com prioridade para unidades indesejadas. Para solucionar a questão, basta reiniciar o computador e acessar a BIOS por meio de atalhos: dependendo da marca do dispositivo, será necessário pressionar repetidamente as teclas F1, F2, F10, F12, Delete ou outras. Dentro da BIOS, o SSD pode ser colocado na primeira posição da ordem de boot.

2 - Conflito de modo de boot: É possível que as estruturas de partição dos drives de origem e destino não sejam as mesmas, e isso tende a causar problemas durante o processo. Nesse caso, é preciso conferir se a modalidade de boot está configurada da maneira certa com o modo UEFI, em vez do Legacy.

3 - Conflito de Hardware: Em alguns casos, o SSD é instalado em um hardware que não é compatível com as informações que foram colocadas no drive, e por isso o boot não acontece. Portanto, uma restauração do SSD pode ser necessária.

4 - Erros na clonagem: O processo de clonagem pode ter tido erros durante sua execução, e isso impede que o sistema seja carregado. Uma possível solução é reiniciar o processo e conferir se o resultado será o mesmo na sequência.

Se não forem detectados erros na operação e nem no boot, o computador poderá ser iniciado a partir do SSD normalmente, com todos os arquivos copiados. A única diferença será percebida na velocidade das operações, já que a abertura de programas deverá acontecer de forma mais eficiente.

Fonte: ubackup.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.