Dicas básicas para quem quer comprar seu primeiro SSD

Por Pedro Cipoli

Embora ainda pouco comuns no Brasil devido ao alto preço em relação aos discos rígidos convencionais, os SSDs estão aos poucos ganhando popularidade por resolverem o maior gargalo dos computadores modernos, que é o armazenamento de dados. Usuários que fazem questão de ter uma máquina de alta performance percebem que não adianta ter um processador com 6 ou 8 núcleos, 16 GB de memória RAM e placas de vídeo de última geração se, toda vez que vamos abrir um programa, esses componentes têm que ficar esperando vários minutos pela procura dos dados.

Em uma análise anterior, comparamos Ultrabooks com um netbook de entrada, mostrando que eles apresentam performances parecidas quando equipados com SSDs. Isso acontece devido à própria construção dos discos sólidos, que, por não apresentarem partes mecânicas, oferecem velocidades de transferência e tempos de acesso bastante superiores aos HDs.

Alguns usuários ficam com um pé atrás na hora de comprar o primeiro SSD, pois esse equipamento tem a fama de durar pouco tempo. De fato, como estamos acostumados a ter discos rígidos que sobreviem a décadas, os discos sólidos possuem uma expectativa de vida menor, porém, se forem tomadas algumas precauções, eles podem durar uns bons anos sendo bastante produtivos. Confira!

  • O Windows normalmente desativa o desfragmentador de arquivos quando detecta que um SSD está presente, mas outros programas não. De qualquer forma, é importante lembrar que nunca se deve desfragmentar um SSD. As células possuem um número máximo de vezes que podem ser reescritas com dados diferentes, e esse limite varia de modelo para modelo. Desfragmentar um SSD coloca uma carga excessiva de transferência de dados no disco sólido e não aumenta significativamente o desempenho, pois o acesso aos dados em um disco flash é aletório e independe de onde os dados estão localizados;
Primeiro SSD
  • Desativar a indexação de busca do Windows, pois também colocam uma enorme carga em cima do SSD. Por serem mais rápidos do que um disco rígido, a busca de dados será naturalmente mais rápida;
Primeiro SSD
  • Evite utilizar programas de transferência P2P como uTorrent e Shareaza por longos períodos de tempo pela quantidade de dados que esses programas utilizam ao fazer downloads/uploads. Esses programas permitem que o usuário modifique a quantidade de cache utilizada. Quanto maior o cache, maior é o uso da memória RAM (que foi projetada para grandes quantidades de transferências) e menor o de armazenamento;
Primeiro SSD
  • Procure hibernar a máquina em vez de colocar a opção "suspender para a memória RAM", especialmente no caso de notebooks. Isso não aumenta a durabilidade do SSD, mas permite que se tenha a máquina exatamente nas mesmas condições de desligamento sem consumir nenhuma energia.
Primeiro SSD

É comum escutar de usuários que utilizam discos sólidos: "o primeiro SSD a gente nunca esquece". Então, é importante fazer valer cada centavo gasto na hora da compra. Possui um SSD? Conte-nos o que acha!

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.