OnePlus é hackeada mais uma vez e dados de clientes são vazados

Por Fidel Forato | 22 de Novembro de 2019 às 21h30
Android and Me
Tudo sobre

OnePlus

Saiba tudo sobre OnePlus

Ver mais

Companhia mundialmente conhecida por fabricar smartphones topo de linha com preços mais acessíveis, a OnePlus, no entanto, tem deixado a desejar quando o assunto é segurança, depois de mais uma invasão hacker. Vale lembrar que, no ano passado, cerca de 40.000 usuários de aparelhos OnePlus tiveram as informações de seus cartões de crédito roubadas.

Nesta sexta (22), a equipe de segurança da OnePlus anunciou que dados pessoais de alguns clientes - ainda não foram revelados quantos -, como nome, telefone, e-mail e endereço de entrega, foram expostos por terceiros não autorizados. Na mesma nota, a empresa alega que a vulnerabilidade explorada pelos invasores já foi corrigida. Ao contrário do acontecimento anterior, a OnePlus diz que, desta vez, informações como senhas e dados e cartões não foram roubadas.

A empresa também esclarece que nem todos os clientes foram afetados, e aqueles que foram receberão um e-mail informando sobre o ocorrido. Para estes casos, a empresa solicita aos usuários que prestem atenção a e-mails estranhos que porventura recebam, e orienta também que, caso ache necessário, entre em contato com o suporte da OnePlus para obter assistência.

Usuários de aparelhos OnePlus têm seus dados vazados

Novas medidas de proteção

Diante do ataque hacker, a OnePlus informa que reforçou suas práticas de segurança interna para garantir que o acontecimento não se repita. Para isso, a empresa também trabalha em conjunto com autoridades governamentais para determinar quem foi o responsável pela violação.

Entre as novas medidas de segurança, a OnePlus deve anunciar um programa de recompensa por bugs em seus sistemas até o final de dezembro. A prática comum em empresas de tecnologia, como o Google, garante, na maioria das vezes, que as vulnerabilidades sejam corrigidas antes que um agente externo se aproveite de suas brechas.

No entanto, as novas medidas deveriam ter sido anunciadas já no ano passado, quando dados de cartões de crédito de seus usuários foram vazados. Mas, agora com o estrago já feito, os programas de recompensa por bugs parecem ser um bom caminho para a companhia em busca de garantir maior segurança aos seus usuários.

Fonte: WCCF Tech

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.