Google permite transformar seu celular na maior arma contra hackers

Por Rafael Rodrigues da Silva | 06 de Junho de 2019 às 18h03
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Ter sua conta invadida é um dos maiores medos de qualquer usuário, e muitos tremem só de pensar o que um hacker poderia fazer caso tivesse acesso a ela. Isso é ainda mais importante quando pensamos na conta Google, pois tê-la hackeada quer dizer que o invasor não apenas terá acesso aos seus e-mails e lista de amigos, mas também aos seus arquivos salvos no Drive — além de conseguir também acessar as senhas de qualquer outro serviço online que você usa, caso o seu navegador principal seja o Chrome.

Por isso, é importante sempre manter a sua conta segura — e segurança é uma das principais preocupações da Google. Por isso, a empresa está disponibilizando um novo nível de segurança para aqueles que já utilizam a verificação em duas etapas para o login.

Ainda que esse tipo de verificação já ajude muito a proteger a conta de seus usuários e bloqueie a maioria dos ataques de phishing, alguns tipos de invasores que conseguem burlá-la, criando sites falsos que te pedem para fazer o login, roubando assim suas credenciais e conseguindo enganar a verificação em duas etapas básica. Para evitar esse tipo de golpe, a empresa criou uma atualização dessa etapa de segurança, que passa a utilizar a tecnologia FIDO — a mesma usada pela empresa nas chaves de segurança Titan.

Chave de segurança Google Titan (Imagem: Google)

Essas chaves funcionam como uma verificação física, ou seja, ao tentar acessar sua conta, mesmo que um invasor tenha todas as credenciais necessárias, se o sistema utiliza uma dessas chaves de segurança ele não vai conseguir acessar sem uma confirmação física vinda dela — ou seja, sem que o usuário dono da conta aperte o botão dessa chave. E, na prática, o que a atualização do sistema de verificação em duas etapas da Google faz é transformar qualquer smartphone em uma dessas chaves Titan. Assim, mesmo que alguém esteja tentando invadir sua conta, ele não conseguirá fazer isso sem uma confirmação “física” do usuário em seu telefone, o que torna ainda mais difícil hackear a conta.

Para liberar essa função, é necessário entrar no menu de configurações de sua conta Google e, na aba segurança, clicar na opção “verificação de duas etapas”. No menu que abrir, o próximo passo é descer até a opção “Adicionar chave de segurança”. Ao clicar nela, será aberta uma tela com os seus dispositivos móveis que estão cadastrados em sua conta Google. É só então escolher qualquer um deles, e então seu celular passará a ser uma chave física para a verificação em duas etapas do seu login.

Nas configurações de sua conta, você deve primeiro achar a aba "Segurança" e clicar para abrir as configurações da verificação de duas etapas (Captura: Rafael Rodrigues/Canaltech)
No menu que abrir, é só clicar na opção "Adicionar chave de segurança" (Captura: Rafael Rodrigues/Canaltech)
Ele mostrará os dispositivos que estão vinculados à sua conta Google, é só então escolher qual celular você deseja que se torna uma chave física para a verificação de duas etapas (Captura: Rafael Rodrigues/Canaltech)

Atualmente, as chaves FIDO são o modo mais seguro de se fazer login em qualquer conta na internet, então ao fazer essa atualização de login você passará a ter a maior segurança possível hoje para impedir que sua conta Google seja invadida. Essa função funciona em qualquer dispositivo que tenha como sistema operacional o Android 7.0 ou superior — e, por motivos óbvios, não funciona em dispositivos iOS.

Mesmo que transforme o seu smartphone em sua chave de segurança, a equipe da Google sugere que se adquira também uma outra chave de segurança física para cadastrar na conta, seja ela a Google Titan ou alguma de outra marca. Isso porque, caso você ative a nova opção de verificação física e perda o celular, não será possível logar em qualquer aparelho novo sem que o antigo envie a aprovação expressa liberando o login.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.