Anonymous provoca Trump e diz que ele "se arrependerá dos próximos 4 anos"

Por Redação | 17 de Janeiro de 2017 às 18h35

O Anonymous está determinado a dificultar a vida dos políticos envolvidos em polêmicas. Se no Brasil, o Ministro da Tecnologia Gilberto Kassab foi o alvo na última semana, depois de suas declarações a respeito da limitação de internet banda larga, agora o novo presidente dos EUA, Donald Trump, está na mira.

O grupo ativista digital, que declarou "guerra total" a Trump no ano passado, ainda durante a sua campanha, agora fez um chamado aberto para os seus seguidores, pedindo para que revelem toda sorte de informação sobre o presidente eleito, em busca de dados que possam comprometer sua posição como presidente.

"Você tem ligações pessoais e financeiras com mafiosos russos, traficantes de crianças e lavadores de dinheiros. Não são mais os anos 80, a informação não desaparece, está tudo lá fora", afirmou o Anonymous em um tweet.

A ameaça foi finalizada com um recado mais do que direto para Donald Trump. "Você vai se arrepender dos próximos quatro anos", disparou o Anonymous.

Apesar das acusações não serem fundadas em provas, o chamado do Anonymous tem mais a ver com a possibilidade de mobilização das partes insatisfeitas com a eleição do republicano. Além disso, o grupo já incomodou Trump em outras oportunidades.

No ano passado, informações hackeadas de contas telefônicas do Trump foram vazadas, incluindo áudios e números de telefone contatados por Trump. Em 2015, após Trump ter feitos declarações contra a comunidade muçulmana, a Trump Tower de Nova York teve seus sistemas derrubados pelo Anonymous, assim como mensagens de voz de Trump foram vazadas.

Fonte: The Telegraph

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.