Jair Bolsonaro, Tim Cook e Satya Nadella participam de jantar em Davos

Por Wagner Wakka | 23 de Janeiro de 2019 às 14h37

A participação do presidente Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial, que acontece esta semana em Davos, na Suíça, está repercutindo internacionalmente — principalmente devido ao seu comedido discurso de abertura. Contudo, um outro evento chamou atenção dos olhos de jornalistas internacionais.

O ex-militar teve um jantar com dois grandes nomes da indústria da tecnologia, os CEOs Tim Cook, da Apple, e Satya Nadella, da Microsoft. O Business Insider, entretanto, destacou a relação de comentários considerados homofóbicos do presidente e a aproximação no jantar com os renomados executivos.

Em 2014, Cook foi o primeiro grande nome da indústria a dizer abertamente que era gay. Ele foi seguido de Nadella, que na época afirmou: “Tá certo. Agora eu também sou gay. Na verdade, eu sou o melhor em ser gay”.

No jantar, Bolsonaro esteve acompanhado de seu tradutor, enquanto ambos os CEOs conversavam com mulheres. O momento foi registrado e publicado pelo jornalista Felix Salmon no Twitter.

O veículo lembra também o momento em que o presidente, em 2011, disse que preferia ter um filho morto em acidente do que ele se tornasse gay.

Pelo Twitter, Bolsonaro agradeceu pelo jantar.

Até o momento, não há informações se houve troca de conversas entre os CEOs e o presidente brasileiro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.