Vale a pena trocar o Xbox One pelo Xbox Series X ou S?

Por Felipe Ribeiro | 02 de Outubro de 2020 às 11h17
Francielle Lima/Canaltech
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Xbox Series X

Ficha técnica

Depois de toda a revelação de preços, datas de lançamento, especificações e (alguns) jogos, já temos todas as informações necessárias para decidir se vamos comprar o Xbox Series X, o Series S e o PlayStation 5, certo? Bem, mais ou menos. Todo início de geração é um pouco vazio quando pensamos em games, sobretudo aqueles que são exclusivos das respectivas plataformas, então, o que pode atrair um consumidor a investir logo de cara em um novo produto como esse?

Falando especificamente dos consoles da Microsoft, existem alguns pontos importantes que podem ajudar (ou atrapalhar, dependendo do ponto de vista) na aquisição dos novos videogames. A gigante de Redmond, desde sempre, avisou que, pelo menos no início, haveria uma série de títulos que continuariam jogáveis no Xbox One, o chamado cross-gen, algo que, claro, poderia espantar alguns potenciais consumidores.

Por outro lado, a empresa aposta pesado na aquisição de novos estúdios, melhoria de seus serviços e estratégias mercadológicas agressivas, como o próprio lançamento do Xbox Series S por apenas US$ 299, um preço que quase o iguala hoje ao Xbox One S e está até mais barato do que o Xbox One X.

Com isso em mente, separamos alguns pontos e deixaremos que você, amigo leitor, decida se vale a pena ou não fazer o upgrade do Xbox One para qualquer um dos dois consoles de nova geração.

Hardware mais potente

Por serem consoles de nova geração é mais do que natural que os hardwares apresentados tanto pelo Xbox Series X quanto pelo Series S sejam superiores aos seus antecessores. Mas, algo que deixou os gamers com a pulga atrás da orelha em um primeiro momento foi a comparação do Xbox Series S com o Xbox One X, o console mais potente da atual geração.

No bingo da tolice que cerca a guerra de consoles, muito se fala nos famigerados teraflops, indicadores de potência das GPUs dos videogames. O Xbox One X tem os conhecidos 6 TFLOPS de capacidade, enquanto o Series S, o modelo de entrada da nova geração, "apenas" 4,2. Já o Series X ostenta incríveis 12 TFLOPS, além dos 16GB de RAM e um processador AMD Zen 2 3,8 GHz, com oito núcleos. Mais teraflops dão vantagem ao One X com relação ao Series S? Não, não dão.

Isso porque todos os componentes do Series S são mais modernos e mais otimizados para entregarem um desempenho para jogos da nova geração. Mas, se você gosta de se apegar aos números, que tal saber que o processador deste console tem praticamente a mesma capacidade do Series X?

Leia também: Xbox Series X e S: conheça a tecnologia da nova geração de consoles

O Series S vem com a mesma CPU AMD Zen 2, com oito núcleos que rodam a 3,6 GHz, acompanhados de uma GPU Radeon RDNA Navi, da mesma fabricante, além de contar com armazenamento em SSD e a nova arquitetura Xbox Velocity Architecture, tecnologia que auxilia o console a ter loadings menores e a ter uma experiência de entretenimento mais fluida, com Quick Resume. Ou seja, você pode abrir diversos jogos ao mesmo tempo e alterná-los muito mais rápido do que em qualquer Xbox One.

Com isso na mesa, por mais que haja, sim, mais potência de GPU por parte do Xbox One X, estamos falando de um videogame já defasado quando pensamos em um Series X/ S.

Mas e os jogos...

O que move um videogame, claro, são os jogos. E para isso a Microsoft se preparou — e prepara — muito bem. Com a aquisição de inúmeros estúdios, a empresa promete entregar uma biblioteca de games exclusivos muito mais atrativa do que ocorreu com o Xbox One. A questão, como estamos acostumados, é que todo início de geração é mais lento para esses lançamentos. Portanto, nomes como um novo Forza, State of Decay 3, Fable, Avowed, The Medium e Halo Infinite não chegarão tão cedo ao videogame. Por isso, abordemos outra das forças destes novos consoles: o Xbox Game Pass.

Halo Infinite chega apenas em 2021/ (Imagem: Divulgação/ Microsoft)

O serviço de jogos por assinatura da Microsoft pode ser considerado um system seller. Pois, além de contar com mais de 150 jogos de diversos estúdios, terá como trunfo ter games exclusivos disponibilizados logo no primeiro dia de seus respectivos lançamentos, e isso inclui, claro, os games da Bethesda, empresa adquirida pela Microsoft há alguns dias.

Isso sem falar na extensa biblioteca já lançada para todos os demais Xbox, como o próprio One, o 360 e o original. Sim, todos os jogos já lançados para consoles da Microsoft rodarão no Series X/ S.

... eles rodam melhor

Aí fica a pergunta: mas se vou jogar, inicialmente, os mesmos games que tenho à disposição no Xbox One, por que migrar agora? A resposta é simples: eles vão rodar muito melhor nos novos consoles.

Alguns veículos de mídia pelo mundo já puderam experimentar jogos da atual geração no Xbox Series X e os resultados foram surpreendentemente positivos. Um dos exemplos mostrados pelo pessoal da Digital Foundry, por exemplo, foi Final Fantasy XV, o RPG de ação da Square Enix. Esse jogo normalmente roda perto de 45 FPS em seu modo 1080p Lite no Xbox One X. O Xbox Series X aumentou para 60 fps estáveis, de acordo com os testes da Digital Foundry. Já Hitman 2, por sua vez, trabalha em 4K/ 40FPS no Xbox One X. Quando vai para o Series X, ele alcança facilmente os 60.

Outro game que conseguiu aliar a resolução 4K com bom desempenho em quadros foi Monster Hunter: World. Segundo a Digital Foundry, o game trabalhou quase que constantemente nos 60FPS em sua resolução máxima, enquanto no Xbox One X, neste modo, fica na casa dos 30FPS. Há, também, games que não tiveram um salto tão grande, como é o caso de Rise of the Tomb Raider. Em 4K o jogo roda da mesma maneira no Xbox One X e no Series X, com 30FPS cravados. Mas quando passado para o modo de desempenho, o Series X brilha e entrega bons 60FPS de maneira linear.

Toda essa melhoria foi obtida sem qualquer otimização específica para os novos consoles. Ou seja, a expectativa é que eles possam rodar ainda melhor e contar com recursos como o Ray Tracing, uma das principais tecnologias que estrearão nos videogames da nova geração. Para termos um gostinho do que isso pode ser, a própria Microsoft mostrou um vídeo de Gears 5 rodando em um Xbox Series S. O game estava sendo utilizado em uma resolução de 1440p, mas a taxa de quadros era de 120FPS. Simplesmente incrível e nem é o hardware mais potente, como o Series X.

Isso sem falar que, ao menos os jogos que já foram confirmados para o Series X e Series S que também serão lançados para Xbox One, receberão uma atualização gratuita para deixá-los com a performance condizente com os novos hardwares. Casos de Assassin's Creed: Valhalla, NBA2K21, Cyberpunk 2077, entre outros.

Você escolhe

Por mais que a Microsoft tenha confirmado que alguns jogos ainda chegarão ao Xbox One, rodá-los com uma performance melhor não apenas no Xbox Series X, mas, também, no Xbox Series S, é um grande atrativo, valendo não apenas para jogos novos, mas também para os retrocompatíveis. Como os serviços serão praticamente os mesmos entre as duas gerações, caberá ao usuário escolher se já vale a pena migrar e evoluir dentro do ecossistema Xbox, ou se é melhor esperar por jogos feitos exclusivamente para os novos consoles.

Os preços, por mais que sejam de novos produtos, são bem atraentes, sobretudo em mercados internacionais, com o Xbox Series S custando quase o mesmo que um Xbox One S. Aqui no Brasil, a diferença entre ambos também é bem pouca. Já o Series X pode te entregar um desempenho parecido com o de um PC bem equipado e custando relativamente menos.

Como dissemos no início deste texto, a decisão é de vocês.

O Xbox Series X está em pré-venda no Brasil por R$ 4999 e o Xbox Series S pode ser adquirido por R$ 2999. Ambos os consoles chegam em novembro, em data ainda a ser confirmada pela Microsoft.

Compre o PS5 e o Xbox Series X | S no Brasil

E aí, você já decidiu se vai de PS5 ou de Xbox Series? Independentemente da sua escolha, ambos os consoles já estão disponíveis no Brasil em pré-venda. Ao comprá-los antecipadamente, você garante que terá algum dos novíssimos dispositivos antes de 2020 acabar. Que tal aproveitar agora? Basta seguir as nossas dicas pelos links abaixo e esperar a entrega chegar:

Quer mais promoções? Conheça o Canaltech Ofertas

Cansado de gastar várias horas para encontrar preços baixos na internet? Então chegou a hora de conhecer o Canaltech Ofertas, nosso serviço que seleciona apenas as melhores promoções das lojas online. Pronto para economizar? Você pode acompanhar os descontos no grupo de WhatsApp ou no site oficial:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.