Play Anywhere, programa da Microsoft, também incluirá o próximo Xbox

Por Rafael Arbulu | 19 de Novembro de 2019 às 14h48
Sergio Oliveira
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

O programa Xbox Play Anywhere, idealizado pela Microsoft e que permite que jogadores comprem um jogo em uma plataforma, mas consiga aproveitá-lo em outra, incluindo nisso a transferência de saves e progresso já feitos, também vai contemplar a próxima geração da empresa, até o momento chamada apenas de Project Scarlett.

“O nosso objetivo é o de assegurar que, para os nossos jogos da casa, nós possamos assegurar o salto de gerações de todas as suas conquistas, com seu progresso efetivamente se movendo com o seu save porque é ali que ele deve ficar”, disse o chefe global do Xbox na Microsoft, Phil Spencer, durante o evento X019.

O jogo Halo: Infinite, anunciado na E3 2019, será o primeiro título a contar com o recurso. Cogitado para ser disponibilizado em três plataformas — Xbox One, PC e Scarlett —, o jogo deve aparecer nas prateleiras apenas ao final de 2020, relativamente junto da suposta chegada do Scarlett ao mercado.

Spencer considera a medida uma forma de compensar os fãs pela transição pobre feita do Xbox 360 para o Xbox One: “Nós falamos sobre como o digital será importante nessa geração, e mesmo assim, não movemos as compras que você fez no 360 de forma fluída para o Xbox One”, ele comentou. “Eu sempre achei isso um erro. Quando trouxemos a retrocompatibilidade entre o 360 e o One, uma das coisas em que a equipe se concentrou foi a de que você não precisasse recomprar os jogos. Na verdade, quando ela começou a funcionar, era legal porque toda a sua coleção de jogos do 360 começaria a aparecer simplesmente porque você tinha uma presença digital neles”.

Evidentemente, Spencer não forneceu detalhes sobre a próxima plataforma da Microsoft, então não há como aferir o devido funcionamento do programa Play Anywhere dentro dela. O que se sabe até o momento é que, ao menos por enquanto, ele só aceitará jogos desenvolvidos pelos estúdios internos da Microsoft — as chamadas franquias first party, dos quais alguns nomes incluem Gears of War, Forza, além do já citado Halo.

Fonte: VG 24/7

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.