Nintendo Switch Pro pode vir com tela AMOLED, mas mesmo processador do atual

Nintendo Switch Pro pode vir com tela AMOLED, mas mesmo processador do atual

Por Felipe Ribeiro | 11 de Janeiro de 2021 às 16h50
Dbrand

Há algum tempo, rumores sobre um possível Nintendo Switch melhorado surgem e deixam o mercado ansioso, haja vista o sucesso do console híbrido da Big N. A exemplo do que Sony e Microsoft fizeram com os PlayStation 4 Pro e Xbox One X, respectivamente, espera-se que a gigante japonesa se mexa e traga para os jogadores um Switch capaz de rodar jogos em 4K e 60FPS, além de outras melhorias, como uma tela AMOLED.

Segundo publicação do site Videogame Chronicles, o leaker e dataminer SciresM apontou que uma atualização de firmware da Nintendo contém um código de codinome "Aula" que seria esse possível Nintendo Switch Pro. Esse código, por si, não diz muita coisa, mas indica que a Big N pode estar mesmo se preparando para lançar uma versão mais parruda do seu videogame híbrido.

O leaker afirma, ainda, que são esperadas algumas melhorias em torno do Switch. Uma delas seria a introdução de uma tela AMOLED, que melhoraria consideravelmente as imagens no modo portátil, porém sem aumento de resolução, já que não faria sentido fazer isso em uma tela pequena. Ele sugere, também, que o chipset Tegra X1+, o mesmo do atual Switch, rodaria com velocidades maiores de clock. Entretanto, para rodar jogos em 4K na TV, é possível que o dock do Nintendo Switch Pro venha com algum chip extra.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução / Wikipedia Commons

Se o "Aula" for realmente verdadeiro, a expectativa é que, além da tela AMOLED e do suporte para games em 4K, a capacidade da bateria seja otimizada, um ponto crítico do Nintendo Switch desde o lançamento.

Todas as informações não foram confirmadas pela Nintendo, então, é bom levarmos tudo isso com bastante ceticismo.

Fonte: Videogames Chronicles, Gamespot

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.