Microsoft defende Halo: Infinite perante críticas: “era uma versão primária”

Por Rafael Arbulu | 27 de Julho de 2020 às 09h19
Xbox Game Studios
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Xbox Series X

Ficha técnica

Em meio a tantos destaques apresentados no evento da Microsoft do Xbox Series X na semana passada, um acabou chamando a atenção mais que todos -- mas pelos motivos que a empresa não gostou. Halo: Infinite, um dos jogos de lançamento do novo console, teve a maior apresentação do evento, incluindo partes que supostamente mostram seu gameplay.

Entretanto, o visual primário do jogo não agradou aos fãs da franquia hoje desenvolvida pelo 343 Industries, com vários fãs vociferando suas insatisfações pelas redes sociais:

"Se você está defendendo os gráficos de Halo: Infinite, você é um iludido e aquela foi sim uma apresentação pobre".

"Minhas preocupações caem mais nos gráficos do que no jogo em si. Eu sei que a Covid tem nos deixado meio malucos, mas ainda estamos em 2020! Por que, em algumas áreas, Halo 3 ou mesmo Halo Reach estão melhores do que em Halo Infinite? Para o grande retorno do Chief, isso deveria estar cristalino! Mas foi bem meia boca".

Fazendo jus à expressão popular “dando um boi para não entrar em uma briga, mas dando dois para não sair dela”, o chefe de marketing do Xbox, Aaron Greenberg, concedeu entrevista ao Inside Gaming e defendeu a abordagem da empresa, bem como a build de Halo: Infinite, detalhando que o que foi mostrado no evento de ontem não necessariamente corresponde ao produto final:

"Veja bem, nós estamos no meio de uma pandemia global”, disse Greenberg à jornalista Alanah Pearce. “Ainda estamos em julho, longe do lançamento ao final do ano — o que você vê é um trabalho ainda em desenvolvimento. É muito difícil mostrar todo o poder e fidelidade gráfica que o Xbox Series X será capaz de entregar em um streaming. Assista-o de novo e desta vez ajuste-o para resolução 4K e 60 quadros por segundo”, finalizou, referindo-se ao vídeo da apresentação no canal oficial da franquia Halo no YouTube, onde a alta resolução está disponível:

Greenberg tornou a bater na tecla de que o que vimos vai ser diferente do material final, simplesmente porque mudanças no desenvolvimento de Halo: Infinite acontecem periodicamente: "O que quero dizer é: este é um trabalho ainda em desenvolvimento. Eu posso dizer isso porque nós recebemos relatórios semanais de desenvolvimento e os devs fazem progressos toda semana, então entre hoje e o final do ano, este jogo ficará melhor e melhor”.

O executivo não colocou uma data específica na demo, mas tuítes defendendo a apresentação afirmam que a build mostrada é de seis meses atrás.

Em outra entrevista, esta ao PCGamesN, a equipe do 343 Industries ainda explicou que a demo não foi veiculada em um Xbox Series X, mas “capturada de um PC que representa a experiência que os jogadores terão” no novo console. Resumidamente: um PC com hardware parecido com o do console.

Uma das "imagens de gráficos ruins" de Halo: Infinite que vem rodando pela internet (Imagem: Reprodução/343 Industries)

As críticas apontadas pelos internautas se concentram majoritariamente nas texturas de baixa resolução apresentadas na demo. Mas se elas terão mérito quando o jogo for lançado, só vamos descobrir depois de esperar mais alguns meses.

Xbox Series X e Halo: Infinite serão lançados ao final de 2020, em algum momento entre outubro e dezembro.

Fonte: Inside Gaming; PCGamesN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.