Jordânia bane PUBG no país; Fornite é próximo da lista

Por Wagner Wakka | 13 de Julho de 2019 às 12h45

Player Unknown’s Battlegrounds (PUBG) foi proibido de ser comercializado na Jordânia. A decisão foi tomada pela comissão reguladora de telecomunicações (TRC, na sigla em inglês) do país, que argumentou que o jogo pode “trazer um impacto negativo” para a população. Como um game em estilo battle royale muito semelhante a PUBG, a expectativa é de que Fortnite se junte ao grupo de bandidos em breve no país. Ainda há seis games na mira da comissão.

Segundo o site local Roya News, a medida é uma resposta às constantes reclamações de cidadãos que temem os problemas que o jogo pode trazer para a sociedade. 

O governo da Jordânia também disse que a decisão foi tomada somente depois de “um profundo estudo que confirma os negativos impactos do jogo”. A comissão, contudo, não informa que estudo é esse, nem apresentou seus resultados abertamente. 

Em entrevista ao Roya News, o diretor de comunicação do TRC, Mohammad AlWathiq Shaqrah, foi enfático em colocar Fortnite como próximo na lista: “Fortnite é um dos jogos a serem banidos”. 

Esta não é a primeira vez que games como PUBG e Fornite são banidos em determinadas regiões. Na China, por exemplo, há uma série de regras e modificações que desenvolvedores sabem que precisam seguir para colocar seus jogos em circulação na região. 

PUBG, inclusive, ganhou uma versão mais patriota para entrar na China. O game também é banido no Nepal. 

Fonte: Roya News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.