Discord já funciona (parcialmente) no navegador do Xbox Series X

Por Ramon de Souza | Editado por Claudio Yuge | 31 de Março de 2021 às 23h30
Canaltech

A plataforma de comunicação via texto e áudio Discord — considerada uma das mais populares da atualidade, especialmente entre a comunidade gamer — finalmente pode ser usada no Xbox Series X… Mas com algumas ressalvas. Conforme reparado pelo jornalista de games Tom Warren, o console recebeu uma atualização que torna seu navegador Edge compatível com o serviço — afinal, esta nova edição é baseada no Chromium (mesmo projeto-base do Google Chrome), o que lhe permite rodar web apps.

Ainda assim, há limitações. Por enquanto, o browser parece não reconhecer o microfone do console, o que lhe restringe de falar em chamadas de voz — ainda é possível ouvi-las, mas não participar ativamente. O resto dos recursos parecem funcionar perfeitamente, mas bugs podem ocorrer uma vez ou outra, visto que o app ainda não foi otimizado para o videogame. Ademais, os únicos “sortudos” que estão recebendo tal update são os membros do programa beta Alpha Skip-Ahead da Microsoft.

Aliás, por mais que isso não tenha sido testado, tal novo browser seria teoricamente capaz de executar também a Stadia (plataforma de streaming de jogos do Google) e o GeForce Now (serviço da Nvidia que lhe permite executar jogos do PC e de outras bibliotecas externas, como a Epic Games Store). Isso tornaria o Xbox Series X um verdadeiro console-coringa, capaz de rodar obras destinadas a uma série de plataformas distintas. Novamente, porém, vale ressaltar que nada disso foi testado.

Também vale lembrar que temos vislumbrado diversos rumores a respeito de uma possível compra do Discord pela Microsoft — recentemente, uma reportagem do The Wall Street Journal afirmou que as empresas estariam perto de fechar um acordo, sendo que o valor da transação poderia extrapolar a marca dos US$ 10 bilhões. Talvez seja por conta dessa futura compra que o Discord ainda não se dispôs a se adaptar ao Series X; a própria Microsoft deve se encarregar de otimizá-lo ao console caso a fusão se concretize.

Fonte: Tom Warren (via Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.