Atualização de PES 2019 traz Raí, Denilson e Lugano como lendas do jogo

Por Rafael Arbulu | 06 de Dezembro de 2018 às 21h30
(Imagem: Divulgação/Konami)
Tudo sobre

KONAMI

A publisher japonesa KONAMI dedicou uma tarde com a imprensa e influenciadores especializados em São Paulo para mostrar em primeira mão as novidades do Data Pack 3.0, novo pacote de atualizações da empresa para o jogo Pro Evolution Soccer 2019, sua tradicional série futebolística.

O principal destaque vai para o pacote de lendas, que neste terceiro pack inclui nomes populares que fizeram história no São Paulo Futebol Clube, como Raí, Ricardo Rocha, Denilson e o uruguaio Diego Lugano. Também na mesma seara entram o argentino Gabriel Batistuta, e o francês Ludovic Giuly — todos eles serão disponibilizados em data ainda a ser anunciada e poderão ser utilizados por meio do modo myClub de jogo.

Da esquerda para a direita: Denílson, Lugano, Gabriel "Gabigol" Barbosa e Nenê: os quatro são embaixadores da marca PES, segundo a Konami (Foto: Rafael Arbulu) 

“É uma honra que a Konami reconheça os muitos anos em que eu me dediquei ao futebol, dando aos fãs uma forma de reviver os momentos que eu tive em campo", disse Denílson, durante coletiva de apresentação. O ex-jogador ainda ressaltou a sua infância difícil, onde ele próprio não tinha dinheiro para comprar um jogo, e hoje, ele consegue ser parte de um e se divertir assim com seus filhos. “Poder mostrar isso para os meus filhos é uma alegria muito grande, eu tenho um menino de três anos e ele ainda não tem o discernimento do que o pai fez para o esporte e eu vou poder dar isso a ele”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Diego Lugano, que fez fama como defensor do São Paulo, ecoa o sentimento: “Eu serei motivo de piada, tenho um filho de 17 anos que já joga bastante videogames e eu tenho certeza que ele vai me ‘zoar’ bastante. Mas estou muito feliz por fazer parte disso e ter mais um motivo para compartilhar desses momentos com ele”.

Mais além, a Konami também anunciou a inclusão dos estádios De Kuip, do clube holandês Feyenoord; e o Palestra Itália, antigo estádio do atual campeão brasileiro Palmeiras, que se junta ao Allianz Parque, atual casa do “Verdão”. Para André Bronzoni, gerente sênior da marca Pro Evolution Soccer na Konami, a inclusão do antigo estádio palmeirense é um serviço da empresa para os fãs: “É uma adição ‘retrô’, por assim dizer. Pela terceira vez na história do PES, por exemplo, estamos incluindo estádios que não existem mais”, ele diz.

André Bronzoni, gerente sênior da marca PES pela Konami: "É nossa intenção trazer mais competições de PES para o Brasil" (Foto: Rafael Arbulu)

André espera que as atualizações e as atuais práticas da Konami para com a série PES reacenda a rivalidade com a rival FIFA, da Electronic Arts (EA): “Acho que o próximo ano será muito interessante, por conta do que fizemos neste ano: a cada mês, nós estamos incluindo novos conteúdos e atualizações, algo que não era feito há alguns anos, quando apenas lançávamos jogos novos ano a ano. É uma forma de enriquecer o conteúdo do produto e manter o interesse do público até o próximo lançamento”.

Essa política de atualizações, para Bronzoni, simboliza a evolução do mercado de jogos global, haja vista que pacotes de atualizações e dados “esticam” a vida útil de um jogo. É uma prática similar de oferecer jogos como um serviço, tal qual empresas de TI e informática fazem com softwares atualizáveis.

São Paulo Legends: Raí, Ricardo Rocha e Diego Lugano estarão disponíveis para jogar via myClub na terceira atualização de Pro Evolution Soccer 2019 (Imagem: Divulgação/Konami)

A referida rivalidade com a concorrência, acredita André, se diferencia na oferta de conteúdo local. A Konami detém hoje a maior parte das licenças de times, estádios e camisetas brasileiras, e o Data Pack 3.0 ressalta isso: patrocinadores e brasões foram atualizados e até mesmo edições especiais de uniformes, como a camiseta especial do Corinthians para Ayrton Senna, por exemplo, fazem sua entrada no jogo.

A Konami também pretende dar segmento à aposta de inserção do PES no mercado de eSports. André conta que a PES League está em vias de chegar ao que ele chama de “finais continentais” na Argentina, além de ter uma área interna dedicada ao setor: “A primeira temporada será no começo do ano que vem e a segunda temporada, estamos vendo local. É nossa intenção trazer mais competições para o Brasil, que detém algumas peculiaridades quanto à definição de venue e programação de eventos”.

Questionado sobre quando a Konami efetivamente deve parar as atualizações em PES 2019 para se concentrar em PES 2020, André foi elusivo: “normalmente, paramos com os data packs assim que anunciamos o próximo jogo da série. E isso deve acontecer...em algum momento em breve, quando talvez tenhamos novidades para contar”.

O Canaltech analisou o Pro Evolution Soccer 2019 e nossa crítica foi extremamente favorável ao game: “Pela primeira vez na história da franquia, PES chega com gráficos em 4K no PlayStation 4 Pro e Xbox One X. Por isso, a série teve de abandonar o suporte aos queridos PS3 e Xbox 360, numa decisão que, basta alguns minutos de jogatina para perceber, foi benéfica. Desde o lado de fora dos estádios a todo o clima construído dentro de campo, passando, claro, pelos túneis que levam os jogadores do vestiário aos gramados, o título dá um show de realismo. O trabalho despendido nesse aspecto foi tamanho que é possível ver a bola amassando o gramado enquanto o percorre, bastando aproximar a câmera num replay para tal, ou os tufos da relva voando depois de um chute ou dividida mais violenta”, dissemos no review.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.