AbleGamers chega oficialmente ao Brasil para promover acessibilidade nos games

AbleGamers chega oficialmente ao Brasil para promover acessibilidade nos games

Por Felipe Goldenboy | Editado por Jones Oliveira | 30 de Julho de 2021 às 10h34
Divulgação/AbleGamers

A The AbleGamers Charity, uma das instituições mais importantes na promoção de acessibilidade nos videogames, chegou oficialmente no Brasil. Essa é a primeira filial da organização aberta fora dos Estados Unidos.

A chegada da ONG foi celebrada na quarta-feira (28), em uma cerimônia virtual que contou com a presença do fundador e CEO, Mark Barlet, do presidente da AbleGamers Brasil, Christian Bernauer, e de todos os membros fundadores, pessoas de destaque na comunidade e na indústria brasileira de games — como o gerente sênior de Xbox no Brasil, Bruno Motta. Todos trabalham voluntariamente em várias atividades.

A lista completa de membros é a seguinte:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • Andre Seixas de Freitas
  • Bruno Lobo Motta
  • Catia Rodrigues
  • Christian Rivolta Bernauer
  • Daniel Oliveira
  • Daniel Monastero
  • Debora Altheman
  • Eduardo Rocha
  • Fabrício Ferreira
  • Felipe Negrão
  • Luiz Carvalhaes de Faria Filho
  • Manuel José da Trindade Neto
  • Nina Parreiras
  • Rodrigo Fernandes
  • Rodrigo Garcia
  • Spencer Stachi
  • Thiago Onorato

“Eu estou muito emocionado, chorando desde ontem”, afirmou Christian Bernauer ao Canaltech. “Somos a primeira instituição beneficente de games voltada para pessoas com deficiência [PCD] no Brasil”.

História da AbleGamers no Brasil vem desde 2017

Embora seja apaixonado por videogames, essa não é a principal ocupação de Christian. Conhecido como “Chrizeba” na comunidade, ele trabalha em uma indústria que fabrica equipamentos para controle de poluição de ar industrial. “Não tem nada a ver uma coisa com a outra”, aponta.

A história dele com a AbleGamers começou em 2017, quando era colaborador do blog Nós Nerds. Na época, Christian entrevistou o diretor da instituição, Steve Spohn, diagnosticado com atrofia muscular espinhal. “As histórias que ele contou me tocaram muito. Decidi que eu queria ajudar esse pessoal”, relembra. O blog passou a fazer lives anuais para arrecadar dinheiro à instituição, “e o pessoal foi gostando, o negócio foi crescendo”.

Registro do primeiro evento da AbleGamers, em 2017 (Foto: Arquivo pessoal/Christian Bernauer)

Mas foi apenas durante o terceiro ano de lives, em 2019, que a equipe percebeu o impacto daquele trabalho. “As pessoas vieram falar para nós: ‘eu tenho uma deficiência e não sabia que eu poderia jogar’, ou ‘um primo meu sofreu um acidente, e ele quer voltar a jogar videogame’. “Foi aí que caiu a ficha”, diz.

Também naquele ano, Christian conheceu Mark Barlet, o fundador e CEO da AbleGamers dos Estados Unidos. Eles se encontraram por acaso na Gamescom, tradicional evento de games que acontece anualmente na Alemanha. “Falei: ‘ô, vamos tomar uma cerveja?’ Aí sim, nos encontramos pela primeira vez. E foi nesse momento que eu abracei de vez a causa”.

A equipe usava o nome da AbleGamers informalmente, apenas para arrecadar fundos e promover as lives “de forma independente, como se fôssemos um fan site”, explica. Eis que surgiu o convite da própria instituição para aquilo se tornar algo ainda maior: eles deixariam de ser um projeto para se tornarem uma instituição beneficente com CNPJ registrado, o que abriria ainda mais portas para promover acessibilidade em jogos.

Algumas dessas portas já foram abertas. Neste ano, a instituição foi uma das parceiras da Microsoft para trazer o Controle Adaptável do Xbox no Brasil, voltado para jogadores com mobilidade limitada. O acessório funciona como um hub que permite o encaixe de dispositivos externos, como alavancas, botões e suportes, criando uma experiência única para cada necessidade. O produto foi lançado a preço de custo no país: R$ 999,99 — um valor ainda alto para o nosso poder de consumo.

Chegada do controle adaptável do Xbox ao Brasil teve participação da AbleGamers. (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Outras ações da AbleGamers são a busca pela redução de impostos de acessórios para PCDs — o que afeta diretamente o preço do Controle Adaptável, por exemplo — e a parceria direta com empresas maiores, seja para importar produtos, seja para arrecadar fundos.

“Eu já fiz muitos trabalhos beneficentes, mas nenhum me tocou do jeito que este me toca. Videogame é a coisa mais constante da minha vida. Quero ajudar outras pessoas a sentirem a mesma coisa”, afirma Christian.

Registro do primeiro controle doado pela AbleGamers ao Kevin, que é tetraplégico, em janeiro de 2021 (Foto: Arquivo pessoal/Christian Bernauer)
O controle doado foi o QuadStick, cujo valor começa em US$ 449 (Foto: Arquivo pessoal/Christian Bernauer)

Como entrar em contato com a AbleGamers Brasil

Caso você esteja interessado em ajudar ou precisa de mais informações, pode entrar em contato pelo e-mail [email protected]. A instituição também tem um perfil no Twitter (link) e um canal no Discord (link).

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.