17 games clássicos (e gratuitos!) para relembrar os anos 1980 e 1990

Por Luciana Zaramela | 17 de Junho de 2019 às 13h45
Luciana Zaramela

Atenção: aviso de nostalgia! Se você foi marcado pela excelente safra de games de 8 e 16 bits que inundou os consoles e PCs das décadas de 1980 e 1990, chegou a hora de mergulhar fundo no túnel do tempo e relembrar grandes títulos aí mesmo, no seu computador modernoso da atualidade. E o melhor, sem gastar dinheiro para baixar.

O Internet Archive, famoso site que coleciona relíquias e mantém viva a chama da memória, está com uma lista incrível e gratuita de jogos clássicos, disponíveis para você matar as saudades sempre que quiser. Então se Tetris, Prince of Persia, Wolfenstein 3D, Golden Axe e Full Throttle marcaram sua infância ou adolescência, prepare-se para reativar o modo gamer da década em que ter um PC com "kit multimídia" era sinônimo de puro status.

Abaixo, selecionamos alguns dos mais incríveis jogos da época para você se divertir online (via DOS Box), em qualquer sistema operacional— e por favor, se o seu preferido ficou de fora desta lista, não fique triste. O campo dos comentários logo abaixo também serve para que os "dinossauros" dos games indiquem e relembrem títulos legais que marcaram a história do entretenimento digital. Quem sabe não atualizamos nossa seleção com as opiniões dos leitores?

Wolfenstein 3D

Vamos encabeçar a lista com o pai dos jogos de tiro em primeira pessoa. Antes mesmo de você passar horas circulando pelos labirintos de Doom, Wolfenstein 3D já tinha inaugurado o gênero FPS nos PCs com DOS na década de 1990 pela ID Software — que também produziu Doom. Um espanto para a época, os gráficos 3D e o "realismo" de poder andar pelos mapas empunhando armas e matando soldados nazistas fazia cair o queixo dos gamers das antigas. E aí, vamos relembrar no nível Can I Play Daddy ou chutar o pau da barraca em I'm Evil Incarnation?

Wolfenstein 3D (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Where in The World is Carmen San Diego?

Por onde diabos anda a ladra mais famosa da década de 1990? Criada por ex-funcionários da Disney, Carmen Sandiego viajava o mundo roubando objetos de valor em um game que serviria para ensinar geografia a crianças e adolescentes. Depois de conquistar legiões de fãs, Sandiego desembarcou também no mundo dos desenhos animados. Tanto o game quanto o desenho ficaram muito conhecidos aqui no Brasil. No jogo, sua missão é percorrer os mapas atrás da criminosa caçadora de relíquias, dando uma de detetive e traçando estratégias ao pesquisar locais e objetos envolvidos em seus crimes. O objetivo, claro, é farejar seus rastros para, enfim, capturá-la.

Where in the World is Carmen Sandiego? (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Prince of Persia

Nostálgico pra caramba, hein? Pois sim, tal como os outros jogos desta lista, Prince of Persia faz correr até lágrimas nos olhos dos mais saudosistas. O joguinho de plataforma que não saía das telas dos computadores da época revolucionou a indústria com seus gráficos avant-garde, elementos de sombra e jogabilidade redondinha — isso sem contar o nível de dificuldade do jogo. Misturando ação e aventura, a missão do nosso principezinho vestido de branco era percorrer calabouços, masmorras e chegar até a torre do palácio persa, onde se encontra a filha do Sultão. Para isso, ele precisa passar por poucas e boas para no final enfrentar o grande vilão, derrotá-lo e salvar a donzela.

Prince of Persia (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Golden Axe

Direto dos consoles (à época, Master System e Mega Drive) para os PCs, o clássico da Sega Golden Axe também faz parte da lista. Em pleno 2019, você poderá voltar a se sentir um verdadeiro guerreiro medieval ao montar dragões cuspidores de fogo e apunhalar seus inimigos com machadinhas, espadas e armas do tipo — além de magias, que com o passar do tempo vão ficando cade vez mais fortes, a ponto de detonarem todos os inimigos presentes na tela de uma só vez. O jogo traz o bom e velho estilo beat'em up de aventura, e pode ficar ainda mais divertido se você jogar com um amigo.

Golden Axe (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Tetris

Publicado em 1987, o jogo dos tijolinhos que se encaixam trazia uma inspiração e tanto vinda do Kremlin, inclusive na trilha sonora russa. O objetivo do jogo é ecaixar as peças enquanto elas caem, formando blocos que se destroem para liberar mais espaço e acumular pontos. Quanto mais você formar linhas e eliminá-las, novas pecinhas vão caindo cada vez mais rápido — e é aí que mora a graça e a dificuldade do puzzle.

Tetris (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Full Throttle

Clássico jogo em estilo point & click de 1995, Full Throttle traz uma série de mistérios para você resolver enquanto está na pele de Ben Throttle, líder de uma gangue de motoqueiros que é acusado de assassinar o fundador da última fábrica de motos ainda em operação no mundo. Desvendando vários puzzles e se metendo em muito desafio e confusão, seu objetivo é provar sua inocência e escapar da cadeia. Os gráficos e sons, para quem começava a se aventurar nos computadores multimídia da época, eram um verdadeiro deleite. A dose de realismo então...

Pra executar, siga os passos na tela e, ao final, digite a linha IMGMOUNT E C:/FULLT/CD/FULLT.CUE -t iso. O Dos Box pode demorar um bocadinho, mas depois confirma que o drive foi montado. Depois é só abrir o executável.

Full Throttle (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Doom (1 e 2)

Também lançado pela ID Software, Doom é "filho" de Wolfenstein 3D e era bastante controverso pelo seu teor violento. Isso também o tornou extremamente popular na década de 1990. Basicamente, o objetivo do jogador é matar todos os inimigos na fase até encontrar a saída e mudar de nível. Enquanto isso, ele encontra novas armas pelo caminho (já que começa o jogo munido de apenas uma pistola) e vai incrementando seu arsenal. Também é possível topar com power-ups espalhados pelas fases, como munições e kits de primeiros socorros, além de esferas de invulnerabilidade e invisibilidade.

DOOM (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Stunts

Jogos de corrida também tinham seu lugar ao sol na década de 1990, e não há como falar deles sem lembrar de Stunts — que ficou ainda mais famoso depois de duas décadas, quando estava prestes a virar abandonware e caiu nas graças dos internautas. Lançado originalmente para MS-DOS e Amiga, o game single player saiu com gráficos poligonais em 3D e foi uma inspiração para Test Drive, outro grande sucesso da década. Você pode escolher seu carro e definir o tipo de transmissão — automática ou manual — para, então, sair às pistas e vencer seus oponentes. Aqui, além das pistas tradicionais que vêm no jogo, é possível usar um editor e criar suas próprias, incluindo elementos malucos como rampas, loops, espirais, zigue-zagues, etc.

STUNTS (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Alley Cat

Aqui no Canaltech, o super-tosco (para os dias de hoje) Alley Cat é um dos queridinhos desta lista, principalmente por seu visual e áudio primitivos à la Atari 2600. Se você tem 30 anos ou mais, provavelmente já se aventurou pelos becos desse jogo muito antes dos gatinhos se tornarem mundialmente os queridinhos dos usuários de computador. No game, você controla um gato e tudo se passa em um beco com uma cerca ao redor de um prédio. Das janelas do prédio, os moradores tacam objetos (como sapatos e telefones) e você precisa se desviar deles. Eventualmente, pode aparecer um cachorro e começar uma briga. Um divertido passatempo de 1984 com direito a musiquinha e efeitos de onda quadrada de PC Speaker!

Alley Cat (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Double Dragon

Excelente game de "lutinha", o gigante Double Dragon marcou época e gerações, principalmente quando deslanchou no Master System (e em uma penca de outras plataformas), da Sega, em 1988, e ficou famoso no Brasil na década de 1990. O beat'em up japonês traz dois irmãos bons de briga que se metem em altas confusões pelas ruas, portos e parques da cidade em busca da libertação de uma jovem garota, raptada pelos vilões e trancafiada em cativeiro. Só que, apesar de serem "parças" em toda a briga pelo jogo, quando finalmente chegam até a garota, os dois irmãos mostram o mesmo interesse passional por ela e brigam até o fim para ver quem é que vai ganhar o amor da menina. Nada melhor que um enredo "farofa" desses para ter feito Double Dragon um dos melhores jogos da década de 1980/1990. A trilha sonora é um show à parte, (e o Abobo, o inimigo gigantão e fortão que parece feito de pedra, também).

Double Dragon (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Karateka

Mais lutinha, sim! O dificílimo Karateka chega a brilhar os olhos dos dinossauros da era 8-bit/PC, e foi idealizado pelo mesmo criador de Prince of Persia. Levando em conta, claro, as limitações gráficas da época, o jogo foi considerado super realista e com mecânica e jogabilidade incríveis, chegando a ser lançado para Apple II, Commodore 64, Atari 7800 e DOS, entre outros. Em uma ambientação de um antigo Japão feudal, você entra na pele de um carateca que, com apenas uma vida, precisa sair desferindo golpes sobre seus inimigos, assumindo postura de combate e dando socos e chutes em três alturas diferentes. Se você bobear e não assumir tal postura, toma um chute na cabeça e morre. Isso pode acontecer com qualquer personagem — até a mocinha que você precisa libertar no final pode te meter uma bicuda na cara caso você dê bobeira! Além de confrontar pessoas, você também pode esbarrar com uma águia — que precede sua luta com o grande lutador Akuma.

Karateka (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Test Drive

O primeiro jogo da série Test Drive, publicado em 1987 pela Accolade, também era um conhecidíssimo jogo de simulação de corrida que ficou famoso no DOS aqui no Brasil. Nele, você escolhe modelos de supercarros e parte para as pistas, em uma simulação em uma estrada. Como o jogo é um bom simulador, seu objetivo é se desviar de outros carros, obstáculos na pistas e, claro, despistar a polícia quando exceder o limite de velocidade ou se envolver em acidentes.

Test Drive (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Ninja Gaiden

Esse jogo ficou famoso no Nintendinho (NES) e no Master System na década de 1990, tanto pelo visual e temática, quanto pela conhecida dificuldade no gameplay. Ele é um platformer de ação e aventura de 1988, e o enredo conta a história de um ninja que recebe uma carta de seu pai, no Japão, pedindo para que ele viaje até a América para encontrar um arqueólogo que pode ajudar a encontrar duas estátuas que, se unidas, podem destruir o mundo com sua magia. Daí em diante, a trama se desenvolve na busca pelas estátuas e em muita luta pelo caminho.

Ninja Gaiden (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Championship Manager 2 - Italian Leagues

Outro game que inicia uma série de simuladores é Championship Manager. E, da franquia, escolhemos Italian Leagues, que fez sucesso como o segundo título da série trazendo um simulador de campeonato italiano. O jogo começou de forma independente e conquistou as plataformas Amiga e DOS no início da década de 1990, ganhando continuidade até 2016, quando a última versão foi lançada. Neste título, a mecânica é a mesma vista hoje em dia: você faz as vezes de um dirigente no mundo do futebol e gerencia suas equipes, administrando, comprando e vendendo jogadores para deixar o time pronto para disputar o campeonato. O sucesso da série foi tão estrondoso que, até hoje, ela é querida por gamers de consoles e de dispositivos móveis do mundo todo, sob o poder da Square Enix.

Championship Manager - Italian Leagues (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Duke Nukem 3D  (Duke Assault)

Tal como Wolfenstein 3D e Doom, Duke Nukem conquistou corações da galera fã de jogos de tiro em primeira pessoa. Aliás, os três títulos levam algo em comum além do gênero: todos têm a mão da Apogee, famosa desenvolvedora por trás de jogos que exploravam ambientação 3D e tiro na época de ouro da IBM para jogos de PC. Aqui, você controla Duke em uma série de fases onde precisa matar inimigos, escapar de obstáculos, aumentar seu arsenal e correr atrás do prejuízo quando levar tiros, procurando kits médicos pelo caminho. Tudo isso enquanto fuzila geral, quebrando paredes e objetos em busca da saída.

Duke Assault (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Sim City

Devido ao sucesso e ao grande número de sequels, Sim City dispensa apresentações, né? O simulador já era um grande sucesso há 30 anos. Lançado em 1989 para DOS, Amiga, Commodore 64 e uma imensidão de outras plataformas, o objetivo do jogo é criar uma cidade e cuidar de tudo que nela acontece, administrando recursos que vão desde a cadeia de abastecimento hídrico até a prefeitura municipal. Aliás, você tem o papel de prefeito nesse jogo de muita estratégia e ter um controle incrível sobre a relação causa-consequência. Inclusive, se você não jogou Sim City no DOS (ou no Amiga, C64), provavelmente lembra dele com visual repaginado no Super Nintendo.

Sim Cirty (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

Pole Position

Lembra daquela cabine que tinha um cockpit com volante em que você adorava entrar nos fliperamas para jogar "o jogo do carrinho"? A musiquinha inesquecível que tocava no início do jogo anunciava Pole Position, um game tão nostálgico que não poderia estar de fora desta lista. Bem estilão Enduro, o arcade também foi lançado para Atari 2600 e PC. A diferença ficava por conta do estilo de corrida, que era baseada em Fórmula 1. Enduro, no entanto, era algo mais off road, ou rally. Os gráficos e a jogabilidade de Pole Position impressionavam pela dose de realismo — lembrando que estamos falando de 1983, aqui.

Pole Position (Captura: Luciana Zaramela/Canaltech)

E aí, qual outro jogo você acrescentaria nesta lista? O Internet Archive está abarrotado de games legais e nostálgicos, então se algum de seus preferidos ficou de fora da nossa seleção, não se preocupe — foi só uma degustação. O catálogo cheio dos chamados abandonwares pode ser acessado a qualquer momento no Internet Archive, e os jogos rodados gratuitamente no seu computador! Basta acessar o índice e se divertir com as coleções. Boa jogatina e um brinde aos velhos tempos!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.