Pesquisadores criam sensor de momento com pulseira inteligente

Por Wagner Wakka | 10 de Fevereiro de 2020 às 09h47
ACM

Pesquisadores da Universidade de Washington criaram uma proposta de aparelho para realidade virtual e aumentada que reconhece os movimentos da mão do usuário. Chamado de AuraRing, ele é uma pulseira com um anel para ser colocado no indicador do usuário que faz a leitura do movimento da mão do usuário em 5 graus diferentes. 

Segundo os pesquisadores, a peça utiliza a relação eletromagnética entre os dois objetos. O anel tem uma corrente elétrica com fio de cobre que cria um campo eletromagnético reconhecido por três sensores na pulseira colocada no braço do usuário. Com essas três referências, o sistema consegue saber a posição da mão e do dedo da pessoa. 

Uma das vantagens é que ele consegue utilizar pouca energia. Para criar o campo magnético, a peça precisa de somente uma bateria com 2,3 miliwatts de potência. 

De acordo com os pesquisadores, há precisão de 0,1 mm quando se está parado e 4,4 mm em movimento, o que á considerado alto. No vídeo de divulgação do projeto, é possível ver pessoas escrevendo em alta precisão com o AuraRing usando apenas movimentos do dedo. O aparelho também pode reconhecer toques em superfícies. 

A proposta é de que ele se torne um acessório acoplado a um headset de realidade virtual/aumentada ou até mesmo ao smartphone. Como conceito, ele ainda é grande, mas pode ser miniaturizado para ser instalado em uma smartband ou smartwatch, já que consome pouca bateria. 

Aparelho consiste em pulseira e anel que se conversam (Foto: ACM)

Até o momento, ele o AuraRing é usado em pesquisas e não há uma previsão de quando pode se tonar um produto para o consumidor final.

Fonte: ACM

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.