Amazon explica as risadas bizarras da assistente virtual Alexa

Por Felipe Demartini | 09 de Março de 2018 às 12h27
The Verge
Tudo sobre

Amazon

A revolução das máquinas está chegando e ela começa com uma risada meio sinistra. Pelo menos, foi esse terror que os usuários da assistente virtual Alexa, parte integrante do alto-falante inteligente Echo, da Amazon, passaram nesta semana, quando o dispositivo começou a rir em momentos inoportunos e desobedecer às ordens diretas. Tudo, afirmou a empresa, por conta de falsos positivos.

Em comunicado oficial, a Amazon afirmou já ter descoberto a razão dos problemas em seu sistema de inteligência artificial e anunciou uma correção que altera seu funcionamento e, também, a forma como o aparelho atende aos pedidos. A ideia de que ela poderia dar risada foi incluída como uma brincadeira que a faria gargalhar, mas acabou sendo ativada por engano de acordo com outros sons do ambiente.

Sendo assim, a Amazon desativou emergencialmente o comando, por meio de uma alteração em seus servidores, e disse que vai modificar a forma de ativação dele. Em inglês, de “Alexa, dê risada”, a brincadeira será acessada pela frase “Alexa, você pode dar risada?”. Além disso, ao responder, a assistente virtual dirá “Claro que posso” antes de, efetivamente, começar a gargalhar, de forma a garantir que os usuários entendam o que está acontecendo caso esse comando seja detectado de forma equivocada.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, em comunicado anterior, a empresa já havia afirmado que o estilo brincalhão da assistente estaria incomodando alguns usuários e que está trabalhando para torná-la mais séria. Todas as atualizações são feitas por meio da rede e a partir dos servidores da própria assistente na nuvem da Amazon.

A situação estaria acontecendo há algumas semanas, mas ganhou força nos últimos dias, com relatos de usuários dizendo que o susto foi tão grande que seus assistentes de áudio foram desconectados imediatamente. Os relatos de “risadas demoníacas” se acumularam pelas redes sociais, mas o problema parece ser bem mais mundano do que espiritual, neste caso.

Fonte: GeekWire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.