Smart City | O uso do blockchain no desenvolvimento de cidades inteligentes

Por Natalie Rosa | 02 de Março de 2018 às 17h23
photo_camera Natalie Rosa

O segundo e último dia de Smart City Expo Curitiba contou com um debate sobre o uso de blockchains para o desenvolvimento de uma cidade inteligente, apresentado por Tia Kansara, diretora do projeto Replenish Earth.

Kansara deu início à discussão apresentando alguns dados, citando que as áreas urbanas são centros de inovações responsáveis por gerar mais de 80% do Produto Mundial Bruto, e que 220 bilhões de recursos são consumidos pelos processos globais e de fabricação. Para até 2050, a previsão é de que 66% da população mundial esteja vivendo em grandes cidades, sendo quase o dobro da quantidade atual.

Os dados foram uma introdução para falar da importância da descentralização a fim de criar a próxima geração da internet. A executiva ressalta uma das vantagens do blockchain, citando que, com a tecnologia, não há a necessidade de uma intermediação dos bancos para pagamentos, por exemplo.  A palestrante conta que o rastro que deixamos a cada vez que usamos um dispositivo digital são nossos avatares, um rastro permanente que conecta o ser humano com o seu "eu" digital. Porém, temos várias coisas em nosso nome, mas não temos acesso a eles.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

"O blockchain permite contratos inteligentes, um pagamento auto-gerenciável e tomada de decisão, removendo o intermediário e democratizando a criação de riqueza", aponta.

Kansara afirmou ainda que os cidadões produzem vários zettabytes de dados por segundo, sejam eles de sensores, internet ou do simples uso de um computador, sendo informações sobre o todo comportamento do usuário, seus dados pessoais e dispositivos.

Áreas de aplicação do blockchain

A executiva cita algumas áreas nas quais a tecnologia blockchain podem ser aplicadas:

  • Serviços bancários e finanças
  • Serviços profissionais de contabilidade, audição, legais, gerenciamento de risco e garantia
  • Agronegócio e cadeia de suprimentos
  • Propriedades intelectuais, softwares, direito autoral, gerenciamento de direitos de IP

Em relação às oportunidades que o blockchain pode trazer para cidades e cidadãos, Kansara cita novos modelos econômicos com novos reguladores e indústria mais sustentável, segurança na Internet das Coisas, protegendo a sociedade, e privacidade.

O evento Smart City aconteceu em Curitiba nos últimos dias 28 de fevereiro e 1º de março, e contou com palestras referentes às soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes, focando na inovação como motor do desenvolvimento econômico.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.