FFWS | Rio recebe mundial de Free Fire neste sábado (16); saiba tudo

Por Felipe Ribeiro | 14 de Novembro de 2019 às 23h50
Iron Studios

Neste sábado (16), às 11h30, começa a final do campeonato mundial de Free Fire, a Free Fire World Series (FFWS). O torneio reúne os 12 melhores times de diversas regiões do mundo para definir qual é a melhor equipe do jogo mobile mais baixado do Brasil. Serão 48 pro players no palco, acompanhados por mais de 4.500 espectadores presentes na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro. Vale lembrar que o certame contará com a participação de duas equipes brasileiras: Corinthians, o atual campeão da Pro League, e a LOUD, vice-campeã e um dos times mais populares do circuito.

Completam o campeonato times dos seguintes países e regiões: América do Norte, América do Sul (norte), América do Sul (sul), Índia, Indonésia, Oriente Médio e Norte da África, Rússia, Vietnã, Tailândia e Taiwan.

A premiação total do torneio é de US$ 400 mil.

Sucesso absoluto

A considerar pelo que vimos nas finais da Pro League, não dá para não registrar o enorme sucesso que Free Fire tem feito por aqui. Não à toa, o Rio de Janeiro vai receber também a final mundial. Para se ter ideia em termos de streaming, a transmissão das partidas que definiram os finalistas brasileiros no último sábado (9), Corinthians (campeão) e LOUD (vice), registrou um pico de mais de 1 milhão de espectadores simultâneos.

Presencialmente, a Arena Carioca 1 estava lotada, com todos os 5 mil ingressos vendidos e com uma atmosfera das mais calorosas e impressionantes dos eSports nos últimos tempos. "Esperamos encontrar essa arena lotada também no mundial para apoiar os times brasileiros nessa disputa. O título ficará no Brasil, com certeza", disse Samuel Bradock, da Loud, em entrevista coletiva após a Pro League.

Formato

Tal qual em outros battle royales, os times cairão nos mapas selecionados e, assim como na Pro League, os mapas selecionados foram os clássicos Bermuda e Purgatório. Serão realizadas oito quedas e, em cada uma delas, a pontuação que determinará quem vence é, basicamente, a soma dos pontos de colocação mais os por abates. Cada abate vale 20 pontos, enquanto cada colocação vale uma pontuação diferente. Quem vencer uma queda, terá garantido 300 pontos. A equipe que tiver mais pontos no final de todas as quedas vence a disputa.

Equipes

  • Corinthians (Brasil)
  • LOUD (Brasil)
  • Team Flash (Vietnã)
  • Infinity YT (Oriente Médio e Norte da África)
  • Dranix eSports (Indonésia)
  • Sbornaya ChR (Rússia)
  • Nawabzade (Índia)
  • Illuminate (Tailândia)
  • Samurai Team (LATAM Sul)
  • Infinity eSports Mobile (LATAM Norte)
  • LGDS (Taiwan)
  • Arctic Gaming Mexico (América do Norte)

Presença Ilustre

Imagem: Garena

Para brindar a comunidade de Free Fire no Brasil, a Garena preparou um evento grandioso para a abertura das quedas: o DJ brasileiro Alok, um dos mais famosos do mundo e fã do game, irá entreter o público com um show antes das disputas. Vale lembrar que o DJ é personagem jogável do game desde o início do mês e que sua nova música, Vale Vale, ganhou clipe especial em homenagem ao game.

Transmissões

A Free Fire World Series acontece neste sábado (16) a partir das 11h30 (horário de Brasília). Para acompanhar as disputas, acesse os canais oficiais do game no YouTube e no Facebook.

O Canaltech estará no Rio de Janeiro para a cobertura da FFWS e contará tudo para vocês.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.