ToTok é removido da App Store e da Google Play Store; EUA falam em espionagem

Por Felipe Ribeiro | 23 de Dezembro de 2019 às 11h25
ToTok/ Google Play Store

O ToTok, aplicativo de mensagens criado nos Emirados Árabes, chegou com o propósito de conectar pessoas e já estava cada vez mais popular em diversos países. Mas, o que ninguém sabia - exceto as autoridades americanas - é que o app tinha um propósito muito mais obscuro:o governo dos Emirados estava utilizando o programa para rastrear os usuários. Este comportamento dos mandatários daquele país incluiu armazenamento de conversas de texto, recolhimento de dados, registro de localização, gravações de vídeos e áudios, entre outros.

A grande sacada do ToTok foi que ele funcionou bem em países como o próprio Emirados Árabes Unidos, que restringiu outros serviços de mensagens mais populares. Por isso, em parte, o ToTok ganhou popularidade no Oriente Médio, onde muitos cidadãos não conseguem usar aplicativos populares de mensagens como o WhatsApp. Sua interface simples e rápida também contribuiu bastante para o boom de adeptos.

Lançado tanto para Android quanto para iOS, o ToTok ganhou popularidade não apenas no Oriente Médio, mas também na Europa, Ásia, África e, mais recentemente, na América do Norte. A Huawei, por exemplo, chegou a fazer grande divulgação do aplicativo em suas redes e lojas virtuais - o que despertou a curiosidade das autoridades americanas.

Criado para ser o Skype dos Emirados, o ToTok tinha mesmo outro propósito: espionar/ Imagem: Divulgação

De acordo com o New York Times, não está claro quando as autoridades de inteligência descobriram que o ToTok estava sendo usado para rastrear usuários dessa maneira. Uma fonte do jornal e que está familiarizada com a situação, disse que as autoridades americanas alertaram alguns aliados internamente sobre os perigos do ToTok.

Depois da investigação e descoberta dessa atividade por parte do governo dos Emirados, a Apple e a Google removeram o aplicativo de suas respectivas lojas de aplicativos. Os usuários que baixaram o ToTok anteriormente ainda poderão usar o app, até removê-lo manualmente de seus telefones.

A base de usuários está majoritariamente concentrada nos Emirados Árabes Unidos, mas, mesmo com poucos meses de disponibilidade, ele já se tornou um dos programas mais baixados nos Estados Unidos e na Europa.

Se você já baixou o ToTok, o recomendado é mesmo eliminá-lo do seu smartphone.

Fonte: Apple Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.