Último ingrediente fundamental para a vida terrestre é encontrado em cometa

Por Daniele Cavalcante | 29 de Novembro de 2020 às 18h00
Foto: Reprodução/The Verge

Cientistas acabam de encontrar uma nova evidência de que os elementos essenciais à vida teriam sido trazidos à Terra através de cometas. Eles descobriram, nos dados da missão Rosetta, a informação necessária para comprovar que o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko possui fósforo em sua composição.

O conjunto de elementos químicos que compõem quase todas as moléculas biológicas da Terra é conhecido como CHNOPS, uma sigla para carbono, hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, fósforo e enxofre. Na tentativa de entender como nosso planeta se tornou tão propício à vida em abundância, pesquisadores têm analisado objetos cósmicos que pudessem conter esses mesmos elementos em suas composições.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko (Imagem: Reprodução/ESA/Rosetta/NAVCAM)

Uma das hipóteses que se tornou popular é a de que cada um dos elementos do CHNOPS pegou carona com algum cometa ou asteroide que caiu na Terra, há muito tempo. Para saber se a ideia é válida, era necessário encontrar cometas e asteroides que possuam um ou mais desses elementos. Os primeiros quatro estão presentes em asteroides carbonosos, enquanto o enxofre apareceu na análise química do coma gasoso do cometa 67P.

Faltava o fósforo, elemento importante para que nossas células sejam capazes de armazenar e transferir energia. Acontece que ele é um tanto raro no universo. De onde veio, então, o fósforo da Terra? Bem, talvez ainda não saibamos onde exatamente ele se formou, mas podemos dizer como ele deve ter chegado por aqui.

Um novo estudo, liderado pela Universidade de Turku, na Finlândia, descobriu que os instrumentos da sonda Rosetta haviam coletado alguns íons de fósforo junto de partículas de poeira do coma do cometa 67P. A equipe também detectou flúor na poeira, na forma de íons secundários.

A descoberta ainda não pode ser considerada uma prova de que esses elementos, de fato, foram trazidos para cá por meio de cometas, mas é uma excelente pista que dá mais peso a essa hipótese. Os pesquisadores também cogitam que os cometas trouxeram outros compostos vitais, como aminoácidos e água "semelhante ao oceano".

Fonte: New Atlas

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.